8 de mar de 2013

V. A. - "Wondrous Stories: A Complete Introduction To Progressive Rock" - 2010

Procura aqui e ali e invariavelmente, aparece uma nova coletânea de músicas do rock progressivo, que décadas após o seu surgimento, mantém uma chama acessa em torno de sua magia e poder de atração, tendo em vista que esta coletânea, “Wondrous Stories: A Complete Introduction To Progressive Rock", lançada em 2010, não é a primeira e muito menos será a última edição do gênero. 

O que diferencia esta coletânea das demais postadas aqui no blog, é que aparentemente, esta possui um caráter didático e cronológico e por conta destas características ela me chamou a atenção e despertou meu interesse sobre este álbum que trás algumas dezenas de bandas conhecidas e desconhecidas, mas que de alguma forma fizeram e ainda fazem parte desta história. 

Para a “Velha-Guarda” dos amantes do rock a qual eu me incluo, até um simples detalhe como a ilustração da capa é um atrativo a mais e quando o responsável por esta ilustração é conhecido pela alcunha de “Roger Dean”, o significado e o caráter do conteúdo do álbum, fica explícito, o que amplifica a percepção musical. 

Que fique muito claro, que nem este ou qualquer outro álbum do gênero será completo, uma vez que, os interesses comerciais na maioria das vezes não levam em conta os interesses culturais, portanto, bandas como o Genesis, Pink Floyd, Eloy, Kansas e diversas outras ficaram de fora, o que é no mínimo um sacrilégio musical, mas de toda forma, a intenção deste álbum é muito boa. 

Acompanhando os quatro CDs que compõem este álbum, um livreto muito bem escrito e ilustrado, conta em poucas palavras um pouco de cada música e banda, o que torna este trabalho educativo não só para os não familiarizados com o gênero musical, bem como para os ditos, “dinossauros” como eu, que mesmo depois de tantos anos de “vitrola”, ainda se surpreende com bandas do passado, absolutamente desconhecidas (pelo menos para mim). 

A seleção de musicas feita por Jerry Ewing foi feliz e generosa, pois como não foi possível incluir toda a constelação de bandas que realmente gostaríamos que estivessem presentes neste álbum, portanto,  apenas parte da historia do rock progressivo esta sendo retratada aqui, o que não invalida a iniciativa de produzir este álbum, uma vez que, como dito em seu título, o intuito é  oferecer uma introdução ao universo do rock progressivo . 

Existem alguns pequenos desvios cometidos, principalmente no último CD, que deveria estar retratando as bandas mais contemporâneas, geralmente intituladas de “Neo Progressivas”, entretanto, dentro das possibilidades de inclusão, existe uma linha de raciocínio compreensível, que temos que respeitar. 

Os desvios a que me refiro, nada grave, são as bandas, “Dream Theater”, “Queensriche”, “Rush”, “Opeth” e algumas outras, que nunca foram e jamais serão bandas de rock progressivo de qualquer geração, apesar de que eu goste de todas elas, sendo esta minha observação, apenas de uma questão de ordem e justiça em relação a outras bandas que eventualmente poderiam estar inseridas neste álbum, como o Pendragon, Glass Hammer, Shadow Gallery, Like Wendy, Magellan e algumas outras que poderiam estar no lugar destas. 

O que importa na verdade é que este CD-box coloca em evidência uma tendência musical, que pelo visto, dificilmente será esquecida, pois é um convite a uma experiência musical e ao mesmo tempo, um passaporte para uma incrível “viagem” nas asas das mais de quarenta bandas que compõem esta seleção, portanto, mãos à obra, download feito, diversão garantida. 

ALTAMENTE RECOMENDADO!!!!


Tracks:
Disc 1
Season Of The Witch - Sam Gopal
Walking In The Park - Colosseum
Song For The Bearded Lady - Nucleus
Darkness (11/11) - Van Der Graaf Generator
Diana - Comus
Aqualung (Live) - Jethro Tull
Devil's Answer - Atomic Rooster
Evil Woman's Manly Child - Dr. Z
Mice And Rats In The Loft - Jan Dukes De Grey
Back Street Luv - Curved Air
Roundabout - Yes
Golf Girl - Caravan
The Four Horsemen - Aphrodite's Child

Disc 2
From The Beginning - Emerson, Lake & Palmer
Tubular Bells (Original theme from the Exorcist) - Mike Oldfield
Oily Way - Gong
Epic Forest - Rare Bird
Macarthur Park - Beggars Opera
In A Glass House - Gentle Giant
Lord Of The Ages - Magna Carta
Opening Move - Gryphon
The Seventh Secret - Fruup
School - Supertramp
Merlin The Magician - Rick Wakeman
Child Of The Universe - Barclay James Harvest

Disc 3
Wondrous Stories - Yes
Hurdy Gurdy Man - Steve Hillage
Air Born - Camel
Fanfare For The Common Man - Emerson, Lake & Palmer
A Farewell To Kings - Rush
The Mighty Quinn - Manfred Mann's Earth Band
Some Are Born - Jon Anderson
Mocking Bird - Barclay James Harvest
Sasquatch - Camel
Five Miles Out - Mike Oldfield
Pussy Willow - Jethro Tull
Touch And Go - Emerson, Lake & Powell
I Know You're Out There Somewhere - The Moody Blues
Jigsaw - Marillion

Disc 4
Eyes In The Night (Arrive Alive) - Pallas
The Weapon - Rush
The Old Man And The Angel - It Bites
The Moment Is Here - World Trade
Pull Me Under - Dream Theater
I Am I - Queensriche
The Drapery Falls - Opeth
Stranger In A Strange Land - Spock's Beard
Ten Speed (Of God's Blood & Burial) - Coheed and Cambria
Awakening - The Reasoning
Since We've Been Wrong - The Mars Volta
Going Home - Eureka
Frequency - IQ

Covers 
CD12
CD34 


18 comentários:

  1. Mais do que agradecer, vale um parabéns pela postagem. Muito mais do que compartilhar links, a proposta é mais nobre. Divulgar e manter o Rock Progressivo. Nada mais que uma luta contra a mídia, que só busca explosões de lucros imediatos que nada tem de música. Acabo de adquirir um novo CD do grupo Acidente, lançado em 2012, cujo título é Ainda. Os participantes são Zunga Ezzaet, Paulo Malária, Helio Scubi Jenné, Raul Branco. Vou agora reproduzir uma parte do que está escrito no livreto do CD:
    "Hoje sabemos estar compondo e gravando música que não terá respaldo da mídia quando o disco for lançado, mas depois, um dia, quem sabe? Mesmo que não cheguemos a ver esse dia. O futuro não é para todos, aliás, numa visão ampla, o futuro exclui por completo os participantes deste presente remoto. Para constatar essa realidade inexorável, basta pensar nos do passado, mas discos tem validade indeterminada."
    Observação final: Nem o Acidente, nem o Quaterna Requiem, nem o Index, nem o Tempus Fugit, nem Tesis Arsis, nem outros nobres etc, irão participar do Rock in Rio.

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  2. Ricardo, qdo o extinto Voo7177 do meu querido Mactatus expos um desses que vc cita, eles fizeram um estardalhaço pedindo pra retirar a postagem, que o Mac iria atrapalhar a gravação do segundo cd e etc e tal. Eu mesmo republiquei no Som Mutante essa discussão e desci o pau nessa banda mineira que ao invés de agradecer a divulgação foram extremamente grosseiros com uma pessoa tão gentil como o Mactatus e um blog que até hoje deixa saudades. Mas todas suas músicas estavam expostas no youtube, olha um verdadeiro papelão que me fez tomar raiva principalmente do que se intitula ou intitulava líder deles, e não cito, não falo o nome e não dou crédito nunca mais. Mas eles tentaram por várias vz me pedir a divulgação depois de cds e shows!!!!!!!!! Uma porra, poderia ser comigo, como o OGS, o Gustavo ou o Aponcho, vão plantar batatas, que bandas muito mais importantes me escreveram agradecendo as postagens de seus trabalhos e até o Alphaterra de um dos integrantes do The Watch mandou agradecimentos depois de ter visto o post feito com o disco que me enviou. Então Ricardo (meu amigo me permita) tem gente que merece o que recebe e se vc não lembra ou não acompanhou o fato e quiser saber e quem mais quiser é só acessar http://sommutante.blogspot.com.br/2008/12/pior-que-isso-s-isso-mesmo.html e vai entender prq é uma merda mexer com banda brazuca como sempre falo.
    Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. e se quiser e os caras deixarem pode mandar que eu mesmo faço questão de postar como tenho vários que nos tornamos até amigos inclusive o Fernndo Motta e o Domingos Mariotti do extinto Recordando o Vale das Maças que enviaram um email muito bonito publicado junto ou o Mantrak que tb ocorreu o mesmo. Não quero aplausos quero respeito tb, não sou bandido e milito nessa área muito antes de muitos desses que só reclamam nascerem.
    Enjoy!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. E já baixei tb Gustavo,rs desculp invadir sua praia.
    Enjoy!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Fala Gustavo, Fala Dead!
    Fui lá conferir e fiquei muito desapontado. Antes de 2008, também não conhecia o Index e não conhecia o Tempus Fugit. Conheci através da net, através de Blogs. Comprei o DVD do Index, lançado pela Rock Symphony, além dos CD's da banda, justamente em 2008. Assim, posso dizer, através de meu próprio testemunho, que a divulgação ajuda nas vendas SIM. Tenho certeza de que não sou o único que é apaixonado pela boa música e que curte desembrulhar, curtir o som da forma que foi concebida pelo artista, que preza a arte do trabalho, que lê tudo que está escrito nos livretos. Quem gosta de música, também respeita o artista e não se trata os fãs desta forma. Se eu fosse um músico, ficaria honrado em ver meu trabalho divulgado em vossos Blogs e nos demais Blogs parceiros. De qualquer forma, não é sempre que reagem tão mal assim. Lembro de sua postagem do Mahtrak. Através de sua postagem, adquiri o original no site da banda e ainda declarei ter conhecido o trabalho deles em seu Blog. Foi muito legal e é isso que vale. Quem não entender as razões da semente, que peça para tirar e pronto, sem ofensas e sem discursos babacas. Outro momento que mereceu seu registro e que confirmo, foi a postagem do belíssimo trabalho Reunião, de Fernando Motta e Domingos Mariotti, que entenderam, permitiram e agradeceram. Espero que todos os artistas reconheçam que os Blogs são o antídoto contra a massificação de mau gosto que a mídia nos impõe. Abraços a todos e força no leme!

    ResponderExcluir
  6. Existem algumas discussões que muitas vezes eu prefiro limitar-me apenas a acompanhar, seja por falta de conhecimento, de ter o que dizer, por amar demais quem fez o comentário (hehehehehe) e até mesmo por falta de motivação ou interesse....., O Luciano fez isso em um dos últimos posts do Mano Véio...

    E essa era mais uma daquelas discussões onde eu iria ficar apenas de expectador, mas devido à proporção que tomou, eu resolvi dar uma de Véio Dead e acabei metendo minha colher.......

    Prezados Dead, Ricardo, Mano Véio, ....Galera do Tempus Fugiti, Arsis, Tesis e demais bandas deste Brasil afora.......Respondam-me por favor....

    Como eram divulgadas as bandas no Brasil na década de 60 e 70????

    Como sabíamos que uma banda era boa???? Como sabíamos da existência de um Iggy Pop, um Velvet Underground, de uma Suzy Quatro??? De que maneira descobríamos a existência de um Neil Young and Crazy Horse????

    Fala Véio Dead, como era a qualidade dos instrumentos e equipamentos musicais para as bandas brasileiras???? Como um cara como eu de uma infância humilde em uma cidadezinha do interior de São Paulo sabia que o Eldorado da Electric Light Orchestra era um puta dum disco ????

    Se minha memória não me trair, FM nos anos 70 era coisa de rico e AM frequência de pobre....E naquele tempo o Jabaculê já corria solto.....

    Que tipo de informações nós tínhamos???? A revista Som Três com uma pífia seção de resenhas sobre bandas e discos cujos críticos não tinham nem coragem de identificar seus nomes????

    José Emílio Rondeau e Ana Maria Bahiana escolhendo as dez maiores banda de rock e pondo o The Clash como a maior do mundo????? Paulo Ricardo Medeiros escrevendo sobre Black Sabbath???????

    Clips no Fantástico?????? Globo de Ouro?????? Porra eu ouvi o primeiro disco do Yes em um Grundig 2X1, que se as caixas ficassem próximas do som dava microfonia......

    Não tinha DVD, não tinha VCR, Blue Ray, You tube, Ondas Na Net, Som Mutante, UTorrent, Home Theater.....Mas tinha borrachada da polícia porque roqueiro era sinônimo de bandido....

    As coisas eram muito mais difíceis........ Até para escutar uma bolacha.......Tinha que tomar cuidado para não riscar, virar a cada 22 minutos e custava uma fortuna.......

    Porque será então que sabíamos mais????????

    Hoje temos todas as facilidades, todos os meios de divulgação, temos pessoas do calibre do Mano Véio, Véio Dead, Roderick, Leosky, Luciana, que além de divulgar, fazem comentários e abrem margens para que um cara como eu possa expressar minha opinião e dizer o que penso sem ficar tomando porrada.....(cont)

    ResponderExcluir
  7. Mas pelo que tenho acompanhado ultimamente, o pessoal anda mais preocupado com velocidade de download e em bater naqueles que sem obrigação nenhuma e sem ganhar nada fazem aquilo que nunca tiveram a chance de ter quando eram jovens....Informação e acesso....

    Eu não sei se é muito ou se é pouco, mas tenho em linguagem virtual mais de um Tera em acervo, e sabem por que nunca tive a vontade de montar meu blog????? Porque eu sabia que de uma forma ou de outra iram aparecer os profetas do apocalipse , os donos da verdade, os defensores da lei e da ordem Os Avengers, para baterem com outro tipo de borracha.....Chega de tomar porrada......

    Será que ninguém viu que o inimigo está do outro lado????? Será que ninguém vê televisão???? Será que ninguém escuta FM???? Será que ninguém percebeu que hoje só tocam 3 tipos de gênero musical??????

    Com todos os recursos que temos, somos reféns de apenas três tipos de gêneros que ocupam 90% do espaço disponível na mídia??????

    Porque ninguém bate nestes caras????? Será que temos que brigar por migalhas enquanto os Produtores e Gravadoras da vida escolhem o que dá dinheiro e o que nós devemos ouvir????

    Querem saber?????? Para mim essa é a praga do fácil demais....

    Hoje em dia, quanto menor e mais rápido melhor.....Por isso é que tem tanta coisa descartável....Aquilo que aprendemos a amar vai durar por mais de mil anos....

    Eu acho que o que tínhamos no passado era melhor....Sabem o que eu tinha no passado????

    Um “Mano Véio”, um “Dead”, que na escola....tomando cerveja.....em casa...... me diziam de vez em quando...” Ouça só esta banda...é Incrível”....Aí eles me emprestavam o Eldorado da E.L.O, e então eu tinha que dar meus pulos para gravar e devolver o disco sem nenhum risco.....

    Hoje o Som Mutante, O Ondas na Net, o Progrockvintage, o Leornardinsky, e mais um sem número de “Heróis da Resistência” fazem de graça a mesma coisa para um universo de navegantes e tomam porrada por isso.....

    Por causa de mais de um milhão de neguinhos que nem eu nos anos 70, que tinham que dar seus pulos para comprar uma Basf 90 para montar uma seleção de música de rock progressivo, (bem menor que esta do post acima) é que estas bandas consagradas venderam mais de 100 milhões de cópias em média e seus membros estão milhionários......

    Essa é a verdade, quer queiram ou não.......

    ABRAÇO.....FORÇA.....SUCESSO
    The Ancient

    ResponderExcluir
  8. Falando em descartável......

    "Justin Bieber cancela show em Portugal por ingressos encalhados, diz site"

    http://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2013/03/11/justin-bieber-cancela-show-em-portugal-por-ingressos-encalhados-diz-site.htm

    Anc

    ResponderExcluir
  9. Fala Gustavo, Dead, Carlos e quem mais estiver fuçando por aqui.
    Falando em Gustavo, cadê o dono deste buteco?
    Carlos, suas letras trouxeram momentos de volta para minhas lembranças. Tive mais sorte. Cresci no Rio, especificamente em Niterói. Minha infância foi embalada pelo rock pauleira que meus pais e irmãos mais velhos traziam para casa. Minha primeira audição espontânea, quando comecei a alcançar a haste do toca discos, foi Little Richard, um álbum amarelo, cuja música que gostava era Tutti Frutti. Depois chegou o Led Zeppelin, Deep Purple, Yes, Pink Floyd e assim fui crescendo, ajudando meus irmãos a preencher fitas gravadas da rádio Mundial,com um microfone, fazendo zoeira, batendo portas e provocando nosso cachorro para latir bastante. Sempre fui tranquilo e as gravações eram repletas de sons ambientes. A sacanagem perdeu a graça com o bendito cabo din, que permitia uma gravação direta, limpa e sem margem para encher o saco de meus irmãos. Uma pena, mas já começava a curtir também. Falei da Rádio Mundial AM, com a presença inesquecível de Big Boy. Devia ter uns sete anos e confesso que a música Time, me assustou um pouco, na primeira vez que ouvi. Minha adolescência foi preenchida pela Eldo Pop, depois a Rádio Fluminense FM, carinhosamente chamada de "A Maldita". A generosidade dos radialistas e o respeito pelas músicas, era nítido. Muitas vezes, era possível ouvir um lado inteiro de um disco, sem interrupção, sem vinhetas e sem nenhuma locução. Foi assim que comecei minha trilha pelo rock progressivo: através da Eldo Pop e seguindo pela Fluminense FM.
    Tive sorte sim. Mais sorte que os jovens de hoje, que apesar das facilidades da net, são forçados a gostar do lixo que se propaga. Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  10. Amigos,

    Desculpem a minha ausência, mas no momento eu me encontro bem no meio de uma "Faixa de Gaza" levando porrada e tiros de tudo quanto é lado.......

    O assunto está super interessante e já dá para escrever um livro sobre a verdadeira história do rock......

    Precisamos pensar no assunto...... É serio!!!!

    Um grande abraço à todos.....

    Gustavo

    ResponderExcluir
  11. A cada dia que passa eu descubro que o Mano Véio é muito parecido comigo....Impressionante!!!!!!!!!!!!!

    Que tal como título

    "Crônicas de Buteco - De Revolver a Drama a Verdadeira História do Rock" .....Já pensou a galera toda no Danilo Gentili dando entrevista????????

    The Ancient...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlão,

      Se você for engenheiro civil, já sabe o que estou passando.....

      O título está ótimo..... mãos-a-obra.....

      Um livro como esse, vai parar direto no "Programa do Jô".... kkkkk

      Abraços,

      GUstavo

      Excluir
  12. Grundig?Pqp eu tive um cara,rs Tive outros tb que nem marca tinham e achava o máximo ai como era bom. Porra nenhuma de saudosismo os caras da galeria me cobravam 10 contos numa copia de fita k7 do zappa, re, re, re e por a mão nos discos fdp num deixava, a maluco aquela loja e aquele fulano nem sabem do que escaparam, bendito Chicão, irmão de todas. Niterói, eu pulava das pedras e ia pegar marisco e a noite em s gonçalo a gente comia com uma cerva gelada, ô tempo bom sô,rs
    Isso é que é vida, e quero que se f......esses metidos a besta já quase comp´letei 2 milhões de visitas, fechem aquela porra se quiser, tive mais acessos que muito programa tem na globo de audiência, já fiz minha parte e isso prq nunca quis nada, não preciso deles eles precisam da gente e de eu tb.
    Bjs amados sempre, agora que Cream é incomprável, ah fuck Rush, rssssssss
    Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Anc minha sorte foi ter uma mãe doméstica que vivia com o radio ligado, e aí me apaixonei por esse mundo, imagina ouvir, Antonio Celso e décadas depois trabalhar com ele e qdo nasceu minha neta Mel, ele me ligar e cumprimentar prq somos amigos???? José Paulo de Andrade meu professor, e claro na adolescência tive um Manito com 13 pra 14 anos rindo que nem só ele sabia ensinando o macaco aqui (ops Lobo), a tocar as patas no teclado dele,rs Bateria? Nós demos várias, inúmeras apresentações numa 4 peças que nem sei se tinah marca e as baquetas quebravam a toda hora, hoje fui numa loj e o cara me mostrou umas balanceadas e o escambau,aí meu saco que é isso, é de comer? Puta hipocrisia nesse pais de merda que ng quer perceber que a inflação voltou mil, que meus sócios me roubaram, e tenho que esperar decisão judicial, se fosse eu já tava preso, alia´s um amigo teve a federal na porta por causa que o blog dele chegou aos 25 mil acessos dia, e ele teve que fechar e sumir voltando a ser só o ger de banco sua identidade secreta.
    Me deculpem hj tô cansadaço mesmo de tudo, d vida, do saco, da afalta de tudo, só me resta o amor de poucos, e aí vamos indo até onde der.
    Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!
    obs: vcs saõ os poucos too.....

    ResponderExcluir
  14. Minha gente,

    Aqui já tem elemento suficiente não só para um livro, como também para uma novela, pois tem história aqui de sobra para tudo isso....

    Grundig, Eldo Pop, Rádio Fluminense a "Maldita", Radio Mundial, isso tudo me remete a um passado fascinante e inesquecível, pois como vocês, vivi muito isso em toda a sua plenitude.....

    Esse papo lava a alma de qualquer um e a minha, posso assegurar que não só está lavada, mas enxaguada e passada também.... que maravilha.....

    Abraços a todos....

    Gustavo

    ResponderExcluir
  15. Prezados Capitães e Navegantes...........

    Era exatamente essa a discussão que eu queria por em pauta!!!!!!!!!! Nós não precisávamos de nada do que existe hoje para sabermos o que era bom e o que tinha qualidade!!!!!

    Aquilo fluía naturalmente......fita cassete, revista chinfrim, críticos medíocres, inflação, falta de tecnologia.......nada nos impedia de buscar aquilo que acreditávamos...Porque aquilo que acreditávamos era de fato o melhor!!!!!!

    Eu me Lembro que o primeiro disco do Marillion tinha um logo na capa escrito “ APROVADO PELA RÁDIO FLUMINENSE” e hoje???????? Quem aprova o que?????

    Somos nós......Nós que aprovamos ou criticamos .....porque temos história e propriedade pra isso!!!!!!!!! Jamais brigamos por migalhas........

    Cada um tem sua história, suas memórias, seus lugares, sua “primeira vez”....Mas o tempo destas memórias para nós era muito melhor que o tempo de hoje!!!!

    Eu me lembro da primeira vez que ouvi Fly By Night...E pensei comigo!!!! Com certeza esse é o melhor Power Trio que se formou até hoje.....E olhe que já se passaram quase 40 anos (hehehehehehehe)....enjoy!!!!

    The Ancient

    ResponderExcluir
  16. Pronto lá vem provocação, prq Fly by Night que amo, cantei e toquei e não White Room? Tá vendo só que perseguição?
    Vou mandar pra vc o Cream no Albert Hall quer?
    Ai vc me diz, ai Anc vc me dá uma dor de cabeça,rsssss
    Enjoy!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  17. O Cream no Albert Hall com certeza me daria uma puta dor de cabeça.....aí eu teria que escutar Rush in Rio para curar..........

    Pelo menos nós concordamos que o Bob Fripp é um chato de galocha.....Menos mal....

    P.S.....hehehehehehe

    The Ancient

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails