30 de nov de 2012

RICK WAKEMAN - "Journey To The Centre Of The Earth" - 2012

Para mim foi uma grande e grata surpresa quando vi postado no blog, LEONARDINSKY, o álbum, “Journey To The Centre Of The Earth”, com uma nova leitura feita pelo próprio autor, claro, Rick Wakeman, primeiro e único, em sua majestade, conquistada pelo seu exagerado talento, carisma e humildade. 

Um acontecimento desta magnitude, de forma alguma poderia ficar de fora aqui do blog, portanto, aos amigos do blog, LEONARDINSKY, faço questão de pedir licença e postar em paralelo esta gratíssima novidade que com certeza vai deixar o meio artístico e musical em ponto de ebulição. 

Primeiro, entendo que vale uma rápida reflexão, do por que em voltar no tempo e mexer em algo perfeito por natureza, pois é como se Leonardo da Vinci, pudesse voltar e repintar a Monalisa, como se algo não tivesse perfeito com aquela pintura. 

Confesso que não consigo chegar a uma conclusão publicável sobre este acontecimento, pois faz poucas horas que eu tive acesso ao álbum, mas que eu achei esta releitura muito bem vinda, isso eu achei mesmo, principalmente por ela ser uma prova que o Mestre dos Mestres está mais na ativa do que se poderia imaginar, portanto, isto sinaliza que muita coisa boa ainda vai sair daquele brilhante cérebro loiro. 

Rick Wakeman está muito animado com este álbum e comentou em uma entrevista:  "Ele teve em sua primeira versão,  36 minutos de duração, pois era tudo o que poderia ser gravado em um disco de vinil.  

Eu pensei que seria ótimo fazê-lo como eu sempre planejei: como um épico de 55 minutos e  isso é exatamente o que está sendo  feito e está ficando uma versão muito, muito especial." (Se Rick Wakeman está assim tão eufórico, imagine os seus fãs quando tiverem acesso a ele.)   

Esta nova leitura ganhou uma voz feminina, um novo narrador e logicamente a novos e modernos arranjos e letras, que nos levam imediatamente a uma viagem no tempo e espaço, diretamente para era de ouro da primeira geração do rock progressivo, a década de setenta. 

Não tem jeito, mas é impossível não fazer alguma menção a década de setenta, mas tudo o que eu conheço sobre música de qualidade nos últimos cinquenta anos saiu deste tempo, dividiu-se em várias vertentes e de lá para cá, muito pouco ou praticamente nada foi feito, então, quando vejo uma “lenda viva” tomar a iniciativa em interagir com sua própria obra e talvez a máxima, isso pode ter como significado, o nascimento de uma nova “era” para a música. 

Fazer algum comentário neste momento não seria prudente, portanto amigos, como sempre faço diante deste tipo de situação, vou omitir meus sentimento em relação a este trabalho e dar um tempo a mais para a sua completa maturação, pois este álbum sem dúvidas merece ser explorado com muita atenção e carinho

É claro que existem passagens muito semelhantes ao original de 1974, portanto, como vivi intensamente esta época, alguns fatos marcantes de minha vida há muito tempo esquecidos, voltaram à mente com uma clareza de detalhes assustadora, portanto, só por isso e sem levar em conta se realmente é um grande álbum ou não, eu sem medo de estar errando, recomendo este trabalho que sem dúvidas ao seu tempo vai se mostrar mais uma pérola do rock. 

Aproveito também para parabenizar o blog, LEONARDINSKY, por mais uma vez ter sido o pioneiro em divulgar e nos brindar, disponibilizando este material tão precioso e imensurável, portanto, em meu nome e de todos que aqui frequentam, “muito obrigado e vida longa”, por esta iniciativa.

ALTAMENTE RECOMENDADO!!!!

Tracks:
01. The Preface (1:09)
02. The Journey Overture (2:25)
03. Journey's Dawn (3:38)
04. Crystals (0:33)
05. The Gothic Cathedral (1:06)
06. A Quest For Water (1:18)
07. The Hansbach (2:54)
08. Fervent Prayer (0:41)
09. The Recollection (2:32)
10. Lost & Found (0:44)
11. Echoes (3:49)
12. 4 Miles (0:17)
13. The Reunion (2:42)
14. A New Vista (0:49)
15. A World Within A World (2:13)
16. The Raft (1:06)
17. The Battle (5:55)
18. Cumulus Clouds (0:37)
19. The Story (2:01)
20. The Cemetery (1:28)
21. Quaternary Man (4:49)
22. Mastodons (0:53)
23. The Forest (2:30)
24. Ages Of Man (1:55)
25. The Tunnel (1:53)
26. Hall Of The Mountain King (0:52)
27. Mount Etna (3:17)

 "Journey To The Centre Of The Earth" - 2012


COMENTÁRIOS E OPINIÕES DOS AMIGOS:

Carlos "The Ancient"; 4 de dezembro de 2012 13:36



Mano Véio, como sempre eu li com muita atenção sua resenha, e sempre procuro encontrar uma deixa para escrever algo que venha a complementar ou enriquecer mais ainda o conteúdo postado, e como sempre, encontrei algo muito interessante e que vale a pena ser destacado..


Você fez uma menção extremamente importante sobre a Década de 70....Na época que Rick lançou Jornada ao Centro da Terra, o rock havia chegado na minha opinião em seu ponto alto no que diz respeito à maturidade e riqueza cultural....

Basta ver o que estava acontecendo naquela época na cena musical....A década de 70 será ainda lembrada e valorizada da forma que realmente merece!!!

Estes dias eu estava vendo um documentário sobre a trajetória do rock onde foi dado um destaque ao festival de Woodstock...O que era aquela plateia????? Um bando de neguinhos completamente loucos, sujeira, sexo livre, mulher pelada, ....E de repente, uns anos mais tarde você vê um público sentado de forma comportada e civilizada em suas devidas cadeiras, assistindo uma apresentação do Emerson Lake and Palmer em Pictures an Exhibition....Tal mudança de comportamento comprova a tese do Véio Dead, que de uma hora para outra houve um salto de qualidade em um curto espaço de tempo.....Não apenas musical, mas também no comportamento..... E Rick Wakeman foi sem dúvida um dos maiores precursores nessa mudança.

Nossos tempos hoje são extremamente difíceis, estamos vivendo desde a década de 80 um retrocesso no que diz respeito a cultura em geral....O foco tem sido a velocidade e os reflexos, existe uma corrente que estimula a inteligência lógica, que sufoca a inteligencia analítica....

Nós somos da geração que desenvolveu a inteligencia analítica e o Conhecimento de Mundo....Por isso o impacto do lançamento deste álbum de Rick Wakeman está limitado apenas nas redes alternativas e afins...Porque somos a minoria que vive na linha de tiro Mano Véio!!!!....Nós perdemos a guerra!

Somos da época em que quando Rick Wakeman lançou a primeira Jornada ao Centro da Terra, veio ao Brasil com o status de Mago dos Teclados...O Maior e Melhor do Mundo....E se ele viesse no mês que vem?????

A geração de hoje por meio de seus celulares e tablets, vive antenada com as coisas que acontecem no mundo, mas desconhecem o "Conhecimento de Mundo" ...... 

Parabéns a Rick Wakeman que ainda tem o carisma e a magia para tornar "esse mundo" um pouco mais inteligente e porque não, mais belo!!!!!!!!!!!!

ABRAÇO......FORÇA.....SUCESSO!.....E Malditos sejam os Sex Pistols!!!!!

Carlos "The Ancient"



Gustavo 5 de dezembro de 2012 00:26

Carlão,
Vamos lá.... 

Eu entendo que a década de setenta, é um ponto fora curva..... nunca mais vai haver uma época como aquelas..... não existe bom senso para isso....

Ela é tão rica e permanece ainda muito viva, servindo de orientação para muita gente boa que tem por ai.....

Todas as grandes bandas que fizeram um bom trabalho são cultuadas até hoje por nós (dinossauros), mas principalmente por jovens que não fazem a menor ideia do que aconteceu naqueles tempos, mas são atraídas e encantadas quando tem acesso a esse de música......

Um bom exemplo desta orientação está em uma banda holandesa chamada "Epica" que produz um metal-sinfônico de primeiríssima qualidade...... 

Acredito que se Rick Wakeman fosse fazer um show
como o que houve no Brasil em 1975, no mês que vem, ia ter casa cheia sim, pois no fundo os jovens querem música de qualidade, fato que não acontece há muito tempo, principalmente aqui no Brasil.....

Há uma semana eu comprei o blue-ray, “Celebration Day” do Led Zeppelin e o que mais vi na plateia, foram jovens enlouquecidos por uma banda de quase setentões (exceção para o filho de John Bonhan) que ainda tocam muito mais do que qualquer banda da atualidade.... 

Alguém ainda lembra do movimento Grunge de Seattle???? ..... 

Com AC/DC é a mesma coisa, basta assistir ao show da Argentina que o que se vê é a mesma coisa..... e este mesmo fenômeno eu assisti com o Yes há uns dez anos atrás, ou seja, se pinta algo de qualidade, é casa cheia com certeza e por isso, tenho fé que ainda não perdemos a guerra, apesar da desolação provocada pela década de oitenta e que se arrasta até hoje......

Amigo tudo que você disse em seu comentário, faz todo o sentido e está absolutamente correto, mas eu sou um otimista de plantão e acho que dias melhores virão.......

Grande abraço,

Gustavo



Carlos "The Ancient" -5 de dezembro de 2012 12:31

Eu tento ser otimista Mano Véio.....tento mesmo!!!!! Mas o meio em que vivemos hoje - principalmente por força da mídia aberta e fechada - depõe dia a dia contra tudo aquilo que quero acreditar!!!...O mais importante na verdade, é o espaço que você abriu, para fazermos a nossa parte!!!!!!!!!!..E vamos pra próxima rodada!!!!!

Do fundo do meu coração!!!

ABRAÇO....FORÇA....SUCESSO!!!!!

Carlos " The Ancient"


Dead or Alive - 9 de dezembro de 2012 09:34

Gusavo não sei se vc não quer entender, ou é mais teimoso que eu....se e no condicional mesmo, Rick viesse viria só ele!!!!!!!!!!!Gustavo acorda!!!!!Qtos como ele viriam? Qtos como AC/DC? Tive de explicar outro dia prum crente que num tem nada a ver com deus e o diabo e sim com corrente contínua e alternada. Não temos substitutos a altura, tõ ouvindo o PFM e me diz quem faz o que eles fazem? Um cara me disse outro dia: o Banco!!!!!!!Catso o BMS tá completando 40 anos de carreira e de música italiana posso dizer que entendo um pouco prq já contei que trabalhei num resgate de arquivos perdidos na época do fascismo e tem dois discos no museu do PFM que pr um acaso da vida só eu tenho os originais e nem eles possuíam, enviei e eles foram super gentis e etc e tal e hj nos correspondemos faço parte de uma comunidade que eles me inseriram, mas te pergunto, o que tá nascendo na itália de prog, rock, pop? 

Qual banda hoje faz sucesso pelo talento e etc e tal?

Nada, niente, nenhuma, nós dinossauros (eu não sou um lobo) ficamos repostando pra nova geração ver sepega tesão pela coisa, mas o maior sucesso do Terço chama-se 1974!!!!!!!!!!!!!1974????????????tamo em 2012 puta vida outro século meu amigo e amigos, mudamos de século e ainda não surgiu outro Yes, outro Deep Purple, outro PFM ou qto mais um Jethro Tull, o Ian não tem mais voz nem banda e continua cantando pra não morrer; o Glenn Hughes lança 03 discos or ano prq se parar de trabalhar pode ter uma recaída e voltar pras drogas, toca em tudo que chamam e quem pode hoje ser chamada a "Voice the Rock"? 

Gustavo tamo sem direção, a alcatéia tá agora pelo interior, e vc precisa ver a qualidade de som e música que se ouve aqui. Na minha adolescência com um tdk e um amplificador, fazia um som muito melhor num fuca do que esses merdas nas saveiros deles que passam tocando uma merda que dizem ser funk (Funk é Funk-a-delic, James Brown e não "vou me abaixar até perder a calcinha vem aqui cachorrinha que no p...sou o máximo e mato meganha!!!!!!!!!!!!!!!!)o som tudo rachado e os caras entupindo de ganhar dinheiro instalando essas merdas. 

Cara vc não ouve num carro que não seja o do Dê (ih tá puto quebrou ontem,rs) uma música decente e tem uma rádio aqui que de sábado um amigo faz um som a tarde mas tb não explica pricas e rola uma salada que não vai levar a lugar algum. Acabou o AntºCelso e a Máquina do Som e tentaram reviver as rádios rcks mas os donos querem dinheiro e aí.........cansei, e cansei vcs né, mas Gustavo não tem volta, vamos ser ou somos aqueles velhinhos do cocoon e olhe lá e vira o gramofone rolando Locanda Della Fate, ou RRR que só lançou dois lps, Maschera de Cedae outros que na itália ainda rola, prq aqui..............

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!

Gustavo - 9 de dezembro de 2012 12:03


Dead,
Não tem jeito...... pois, além de muito teimoso e otimista, eu também sou um sonhador...........

As coisas não acontecem no Brasil, por conta de um bando de bajuladores, lobistas e toda a raça FDP’s que se dizem brasileiros e que só pensam em mamar nas tetas do governo e portanto, nesta situação, a “cultura” foi parar na casa do caraglio...........

Por isso somos invadidos por "Micheis Telós" e Cia.... em nossos lares via TV, Rádios e as maldidas Pick-ups, com seus Funks, Axés, sertanojos e toda a sorte de escória musical inventada até hoje.......

Iniciativas como o “Projeto Aquarius”, que trouxeram Rick Wakeman, Genesis e diversas Sinfônicas de todo o mundo ao Brasil, com certeza não deram dinheiro, mas tiveram casa cheia (Quinta Da Boavista no RJ e Parque do Ibirapuera em SP), por um público ávido por música de qualidade.....

Você está corretíssimo em sua dissertação, pois é a mais absoluta realidade, mas se mesmo as bandas capengas do jeito que estão, não chegarem até o público jovem aqui no Brasil para que possam ter contato com os “velhinhos” que com toda a ordem de dificuldade, ainda fazem o melhor rock do mundo, pois ai sim, tudo estará perdido e o final dos tempos mais próximo do que nunca esteve....

Sem dúvidas, é uma tarefa árdua, mas sem sonho, nunca haverá a possibilidade da realidade, portanto, Dead, apesar de você ter colocado diante de meus olhos a cruel realidade que vivemos, eu vou continuar acreditando que dias melhores ainda virão, pois senão, é melhor fechar o “buteco”, deixar rolar do jeito que está e esperar o dia do Apocalipse chegar...............

Seu depoimento é muito importante e pragmático e do fundo do meu coração, eu torço para que muitos possam ter acesso a ele e reflitam sobre tudo o você disse...........

Um grande abraço,

Gustavo



Dead or Alive - 9 de dezembro de 2012 14:15

Cara num disse que desisti só pintei nossa realidade, prq acha que moro na floresta com animais como eu? Cara as cidades hoje são assim, a música e só da música falamos até agora, tá um lixo e não fossemos nós, como chegaria nas ~mãos de muitos o que é lançado? 

O progexhibition que postei com 7 cds não tem a vend ao país e por aí afora, o Rick que vc trouxe foi um bálsamo pros meus ouvidos, mas com fico puto de um dave brubeck não ter a mesma audiência, cara até o Musselwhite mestre da harmônica os caras não baixam e querem entender de Blues prq ouvem Warren Haynes? Cara, ele bebeu lá como Keynne, Jonni Lang, e outros tantos. 

Só existe ainda BBKing prq um Clapton e outros o resgatam sempre, o Santana foi o último a tocar com J.l.Hooker, num disco de parcerias e vendeu? Nada, ng liga, ng dá valor, o que digo é que entristece, e muitas vezes queria postar mais coisas. 

Tenho muito material, mas uma hora pra subir um disco? uma semana pra derrubarem, ou qdo vc vai ver acesso mínimo? Da minha safra antiga que não caiu com o mega e cia, restou um VdGG com mais de 1500 downs e nem é um dos melhores discos, se ficassem onde estavam a média dos posts desde 2008 qdo comecei seria na faixa de 3 a 5 mil downs e prq? Prq ng tem grana? Ou prq ng tem acesso? 

Não posso postar um Deep Purple que o blogger tira, não sei prq Scorpions tb não, sei lá prq to no ar ainda, então cara sonhar? Porra sonho a séculos, cantei Lar de Maravilhas com os caras, fiz backing com SNdCD, conheci a Casa Encantada e estive em vários lugares como Iacanga tomando choque (bem lembrado pelo Ancient); em Saquarema vi madame rita não subir ao palco prq só tinha pião e tava chovendo. 

Cara nós subimos e tomamos choque e o escambau mas tinha o Peso, Made e muitas outras, sonho irmão, sonho sim, mas choro muito mais por não conseguir realizar nada que mude esse quadro decrépito que vemos hoje e perdoe minhas lamúrias, são só lagrimas de um lobo velho.


Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Carlos "The Ancient" - 11 de dezembro de 2012 17:28

Eu já disse uma vez e repito....Nós somos os Herois da Resistencia, Os Sete Samurais, A Sociedade do Anel, o Exército de Brancaleone.......Nossos heróis ao contrário dos de Cazuza ainda estão vivos ou sendo dizimados pelo câncer!!!!!!!!!

Na Alemanha, essa geração que está aí é conhecida como a Geração do Zero à Esquerda.....eu por força profissional tive a oportunidade de morar em diferentes regiões do Estado, e em cada uma delas , a estatística sempre esteve de forma esmagadora a favor do Forró e Sertaneja Universitário e Pancadão ( recuso-me a usar o termo Funk, porque Funk é outra coisa...quem quiser saber que vá procurar e pesquisar na internet...).

As Festas de Peão Boiadeiro e as Micaretas da vida sepultaram a verdadeira riqueza cultural formada nos anos 70 ... eu ainda vou escrever um livro sobre o que realmente foi a década de 70, e o quanto ela representou.. ( ou poderia) ter representado para as próximas gerações.

Eu vejo que estamos tendo a triste oportunidade de ver uma geração inteira de gênios sendo dizimada, e se a coisa continuar da forma como está, em alguns anos estaremos mergulhados de novo em uma nova Idade Média –a cultural - .....Pelo aspecto tecnológico o mundo vai bem obrigado......Mas essa mesma tecnologia força como eu disse, a necessidade de desenvolver uma inteligência lógica e não analítica.....

Quando eu era adolescente me trancava no quarto e ficava ouvindo Tales From......e imaginando o que significava tudo aquilo.....Hoje em dia ninguém tem saco para entender isso, porque 20 minutos parado no quarto é uma vida......

Sinais dos tempos....Respeito você Mano Véio pelo seu otimismo......eu queria ser assim......mas eu acho que o final da estória está mais para a metáfora de In To The Void do Sabbath do que Future Times do Yes.....

The Ancient

P.S....Véio Dead.....faz tempo que se num posta nada do Ramones!!!!!!

10 comentários:

  1. Valeu Gustavo! Registrei um agradecimento também no Blog de Leonardinsky 2.1, que agora também faz parte de minha caminhada pela net. Muito obrigado por compartilhar e parabéns pelo seu Blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ricardo,

      Obrigado pelas palavras......

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir
  2. Mano Véio, como sempre eu li com muita atenção sua resenha, e sempre procuro encontrar uma deixa para escrever algo que venha a complementar ou enriquecer mais ainda o conteúdo postado, e como sempre, encontrei algo muito interessante e que vale a pena ser destacado..

    Você fez uma menção extremamente importante sobre a Década de 70....Na época que Rick lançou Jornada ao Centro da Terra, o rock havia chegado na minha opinião em seu ponto alto no que diz respeito à maturidade e riqueza cultural....

    Basta ver o que estava acontecendo naquela época na cena musical....A década de 70 será ainda lembrada e valorizada da forma que realmente merece!!!

    Estes dias eu estava vendo um documentário sobre a trajetória do rock onde foi dado um destaque ao festival de Woodstock...O que era aquela plateia????? Um bando de neguinhos completamente loucos, sujeira, sexo livre, mulher pelada, ....E de repente, uns anos mais tarde você vê um público sentado de forma comportada e civilizada em suas devidas cadeiras, assistindo uma apresentação do Emerson Lake and Palmer em Pictures an Exhibition....Tal mudança de comportamento comprova a tese do Véio Dead, que de uma hora para outra houve um salto de qualidade em um curto espaço de tempo.....Não apenas musical, mas também no comportamento..... E Rick Wakeman foi sem dúvida um dos maiores precursores nessa mudança.

    Nossos tempos hoje são extremamente difíceis, estamos vivendo desde a década de 80 um retrocesso no que diz respeito a cultura em geral....O foco tem sido a velocidade e os reflexos, existe uma corrente que estimula a inteligência lógica, que sufoca a inteligencia analítica....

    Nós somos da geração que desenvolveu a inteligencia analítica e o Conhecimento de Mundo....Por isso o impacto do lançamento deste álbum de Rick Wakeman está limitado apenas nas redes alternativas e afins...Porque somos a minoria que vive na linha de tiro Mano Véio!!!!....Nós perdemos a guerra!

    Somos da época em que quando Rick Wakeman lançou a primeira Jornada ao Centro da Terra, veio ao Brasil com o status de Mago dos Teclados...O Maior e Melhor do Mundo....E se ele viesse no mês que vem?????

    A geração de hoje por meio de seus celulares e tablets, vive antenada com as coisas que acontecem no mundo, mas desconhecem o "Conhecimento de Mundo" ......

    Parabéns a Rick Wakeman que ainda tem o carisma e a magia para tornar "esse mundo" um pouco mais inteligente e porque não, mais belo!!!!!!!!!!!!

    ABRAÇO......FORÇA.....SUCESSO!.....E Malditos sejam os Sex Pistols!!!!!

    Carlos "The Ancient"

    ResponderExcluir
  3. Carlão,
    Vamos lá....

    Eu entendo que a década de setenta, é um ponto fora curva..... nunca mais vai haver uma época como aquelas..... não existe bom senso para isso....

    Ela é tão rica e permanece ainda muito viva, servindo de orientação para muita gente boa que tem por ai.....

    Todas as grandes bandas que fizeram um bom trabalho são cultuadas até hoje por nós (dinossauros), mas principalmente por jovens que não fazem a menor ideia do que aconteceu naqueles tempos, mas são atraídas e encantadas quando tem acesso a esse de música......

    Um bom exemplo desta orientação está em uma banda holandesa chamada "Epica" que produz um metal-sinfônico de primeiríssima qualidade......

    Acredito que se Rick Wakeman fosse fazer um show
    como o que houve no Brasil em 1975, no mês que vem, ia ter casa cheia sim, pois no fundo os jovens querem música de qualidade, fato que não acontece há muito tempo, principalmente aqui no Brasil.....

    Há uma semana eu comprei o blue-ray, “Celebration Day” do Led Zeppelin e o que mais vi na plateia, foram jovens enlouquecidos por uma banda de quase setentões (exceção para o filho de John Bonhan) que ainda tocam muito mais do que qualquer banda da atualidade....

    Alguém ainda lembra do movimento Grunge de Seattle???? .....

    Com AC/DC é a mesma coisa, basta assistir ao show da Argentina que o que se vê é a mesma coisa..... e este mesmo fenômeno eu assisti com o Yes há uns dez anos atrás, ou seja, se pinta algo de qualidade, é casa cheia com certeza e por isso, tenho fé que ainda não perdemos a guerra, apesar da desolação provocada pela década de oitenta e que se arrasta até hoje......

    Amigo tudo que você disse em seu comentário, faz todo o sentido e está absolutamente correto, mas eu sou um otimista de plantão e acho que dias melhores virão.......

    Grande abraço,

    Gustavo

    ResponderExcluir
  4. Eu tento ser otimista Mano Véio.....tento mesmo!!!!! Mas o meio em que vivemos hoje - principalmente por força da mídia aberta e fechada - depõe dia a dia contra tudo aquilo que quero acreditar!!!...O mais importante na verdade, é o espaço que você abriu, para fazermos a nossa parte!!!!!!!!!!..E vamos pra próxima rodada!!!!!

    Do fundo do meu coração!!!

    ABRAÇO....FORÇA....SUCESSO!!!!!

    Carlos " The Ancient"

    ResponderExcluir
  5. Gusavo não sei se vc não quer entender, ou é mais teimoso que eu....se e no condicional mesmo, Rick viesse viria só ele!!!!!!!!!!!Gustavo acorda!!!!!Qtos como ele viriam? Qtos como AC/DC? Tive de explicar outro dia prum crente que num tem nada a ver com deus e o diabo e sim com corrente contínua e alternada. Não temos substitutos a altura, tõ ouvindo o PFM e me diz quem faz o que eles fazem? Um cara me disse outro dia: o Banco!!!!!!!Catso o BMS tá completando 40 anos de carreira e de música italiana posso dizer que entendo um pouco prq já contei que trabalhei num resgate de arquivos perdidos na época do fascismo e tem dois discos no museu do PFM que pr um acaso da vida só eu tenho os originais e nem eles possuíam, enviei e eles foram super gentis e etc e tal e hj nos correspondemos faço parte de uma comunidade que eles me inseriram, mas te pergunto, o que tá nascendo na itália de prog, rock, pop? Qual banda hoje faz sucesso pelo talento e etc e tal?
    Nada, niente, nenhuma, nós dinossauros (eu não sou um lobo) ficamos repostando pra nova geração ver sepega tesão pela coisa, mas o maior sucesso do Terço chama-se 1974!!!!!!!!!!!!!1974????????????tamo em 2012 puta vida outro século meu amigo e amigos, mudamos de século e ainda não surgiu outro Yes, outro Deep Purple, outro PFM ou qto mais um Jethro Tull, o Ian não tem mais voz nem banda e continua cantando pra não morrer; o Glenn Hughes lança 03 discos or ano prq se parar de trabalhar pode ter uma recaída e voltar pras drogas, toca em tudo que chamam e quem pode hoje ser chamada a "Voice the Rock"? Gustavo tamo sem direção, a alcatéia tá agora pelo interior, e vc precisa ver a qualidade de som e música que se ouve aqui. Na minha adolescência com um tdk e um amplificador, fazia um som muito melhor num fuca do que esses merdas nas saveiros deles que passam tocando uma merda que dizem ser funk (Funk é Funk-a-delic, James Brown e não "vou me abaixar até perder a calcinha vem aqui cachorrinha que no p...sou o máximo e mato meganha!!!!!!!!!!!!!!!!)o som tudo rachado e os caras entupindo de ganhar dinheiro instalando essas merdas. Cara vc não ouve num carro que não seja o do Dê (ih tá puto quebrou ontem,rs) uma música decente e tem uma rádio aqui que de sábado um amigo faz um som a tarde mas tb não explica pricas e rola uma salada que não vai levar a lugar algum. Acabou o AntºCelso e a Máquina do Som e tentaram reviver as rádios rcks mas os donos querem dinheiro e aí.........cansei, e cansei vcs né, mas Gustavo não tem volta, vamos ser ou somos aqueles velhinhos do cocoon e olhe lá e vira o gramofone rolando Locanda Della Fate, ou RRR que só lançou dois lps, Maschera de Cedae outros que na itália ainda rola, prq aqui..............Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dead,
      Não tem jeito...... pois, além de muito teimoso e otimista, eu também sou um sonhador...........

      As coisas não acontecem no Brasil, por conta de um bando de bajuladores, lobistas e toda a raça FDP’s que se dizem brasileiros e que só pensam em mamar nas tetas do governo e portanto, nesta situação, a “cultura” foi parar na casa do caraglio...........

      Por isso somos invadidos por "Micheis Telós" e Cia.... em nossos lares via TV, Rádios e as maldidas Pick-ups, com seus Funks, Axés, sertanojos e toda a sorte de escória musical inventada até hoje.......

      Iniciativas como o “Projeto Aquarius”, que trouxeram Rick Wakeman, Genesis e diversas Sinfônicas de todo o mundo ao Brasil, com certeza não deram dinheiro, mas tiveram casa cheia (Quinta Da Boavista no RJ e Parque do Ibirapuera em SP), por um público ávido por música de qualidade.....

      Você está corretíssimo em sua dissertação, pois é a mais absoluta realidade, mas se mesmo as bandas capengas do jeito que estão, não chegarem até o público jovem aqui no Brasil para que possam ter contato com os “velhinhos” que com toda a ordem de dificuldade, ainda fazem o melhor rock do mundo, pois ai sim, tudo estará perdido e o final dos tempos mais próximo do que nunca esteve....
      Sem dúvidas, é uma tarefa árdua, mas sem sonho, nunca haverá a possibilidade da realidade, portanto, Dead, apesar de você ter colocado diante de meus olhos a cruel realidade que vivemos, eu vou continuar acreditando que dias melhores ainda virão, pois senão, é melhor fechar o “buteco”, deixar rolar do jeito que está e esperar o dia do Apocalipse chegar...............

      Seu depoimento é muito importante e pragmático e do fundo do meu coração, eu torço para que muitos possam ter acesso a ele e reflitam sobre tudo o você disse...........

      Um grande abraço,

      Gustavo

      Excluir
  6. Cara num disse que desisti só pintei nossa realidade, prq acha que moro na floresta com animais como eu? Cara as cidades hoje são assim, a música e só da música falamos até agora, tá um lixo e não fossemos nós, como chegaria nas ~mãos de muitos o que é lançado? O progexhibition que postei com 7 cds não tem a vend ao país e por aí afora, o Rick que vc trouxe foi um bálsamo pros meus ouvidos, mas com fico puto de um dave brubeck não ter a mesma audiência, cara até o Musselwhite mestre da harmônica os caras não baixam e querem entender de Blues prq ouvem Warren Haynes? Cara, ele bebeu lá como Keynne, Jonni Lang, e outros tantos. Só existe ainda BBKing prq um Clapton e outros o resgatam sempre, o Santana foi o último a tocar com J.l.Hooker, num disco de parcerias e vendeu? Nada, ng liga, ng dá valor, o que digo é que entristece, e muitas vezes queria postar mais coisas. Tenho muito material, mas uma hora pra subir um disco? uma semana pra derrubarem, ou qdo vc vai ver acesso mínimo? Da minha safra antiga que não caiu com o mega e cia, restou um VdGG com mais de 1500 downs e nem é um dos melhores discos, se ficassem onde estavam a média dos posts desde 2008 qdo comecei seria na faixa de 3 a 5 mil downs e prq? Prq ng tem grana? Ou prq ng tem acesso? Não posso postar um Deep Purple que o blogger tira, não sei prq Scorpions tb não, sei lá prq to no ar ainda, então cara sonhar? Porra sonho a séculos, cantei Lar de Maravilhas com os caras, fiz backing com SNdCD, conheci a Casa Encantada e estive em vários lugares como Iacanga tomando choque (bem lembrado pelo Ancient); em Saquarema vi madame rita não subir ao palco prq só tinha pião e tava chovendo. Cara nós subimos e tomamos choque e o escambau mas tinha o Peso, Made e muitas outras, sonho irmão, sonho sim, mas choro muito mais por não conseguir realizar nada que mude esse quadro decrépito que vemos hoje e perdoe minhas lamúrias, são só lagrimas de um lobo velho.
    Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

  7. Eu já disse uma vez e repito....Nós somos os Herois da Resistencia, Os Sete Samurais, A Sociedade do Anel, o Exército de Brancaleone.......Nossos heróis ao contrário dos de Cazuza ainda estão vivos ou sendo dizimados pelo câncer!!!!!!!!!

    Na Alemanha, essa geração que está aí é conhecida como a Geração do Zero à Esquerda.....eu por força profissional tive a oportunidade de morar em diferentes regiões do Estado, e em cada uma delas , a estatística sempre esteve de forma esmagadora a favor do Forró e Sertaneja Universitário e Pancadão ( recuso-me a usar o termo Funk, porque Funk é outra coisa...quem quiser saber que vá procurar e pesquisar na internet...).

    As Festas de Peão Boiadeiro e as Micaretas da vida sepultaram a verdadeira riqueza cultural formada nos anos 70 ... eu ainda vou escrever um livro sobre o que realmente foi a década de 70, e o quanto ela representou.. ( ou poderia) ter representado para as próximas gerações.

    Eu vejo que estamos tendo a triste oportunidade de ver uma geração inteira de gênios sendo dizimada, e se a coisa continuar da forma como está, em alguns anos estaremos mergulhados de novo em uma nova Idade Média –a cultural - .....Pelo aspecto tecnológico o mundo vai bem obrigado......Mas essa mesma tecnologia força como eu disse, a necessidade de desenvolver uma inteligência lógica e não analítica.....

    Quando eu era adolescente me trancava no quarto e ficava ouvindo Tales From......e imaginando o que significava tudo aquilo.....Hoje em dia ninguém tem saco para entender isso, porque 20 minutos parado no quarto é uma vida......

    Sinais dos tempos....Respeito você Mano Véio pelo seu otimismo......eu queria ser assim......mas eu acho que o final da estória está mais para a metáfora de In To The Void do Sabbath do que Future Times do Yes.....

    The Ancient

    P.S....Véio Dead.....faz tempo que se num posta nada do Ramones!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. 1974 Rick Wakeman Viagem ao Centro da Terra, vídeo completo do show ao vivo. Esse vídeo existia no Youtube, mas foi excluído. Alguem teria baixado este vídeo e informar-me como conseguir?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails