4 de mai de 2012

ANDERSON & WAKEMAN - "The Living Tree In Concert Part One" - 2011

Que encontro poderia ser mais mágico, senão, o de Jon Anderson e Rick Wakeman, que mesmo exilados de sua nação, o “Yes”, continuam a brilhar, e agora, mais que nunca, pois com a simplicidade dos gênios e dos iluminados, que ambos têm em sua aura, nos brindam com uma apresentação semi-acústica de musicas do Yes que há décadas nos acompanham e algumas novas canções do álbum de estúdio, “The Living Tree”, já postado aqui no blog. 

Este álbum, "The Living Tree In Concert Part One" foi gravado durante a turnê de 2010 e lançado no final de 2011, e como se diz na gíria, começaram com "as quatro patas no peito de quem escuta", pois abrem a apresentação com “And You And I”, que em minha tosca cabeça, jamais poderia imaginar ela sendo tocada apenas com a voz celestial de Jon Anderson  acompanhado de sua guitarra acústica e com a diminuta parnafenália eletrônica de Rick Wakeman, reduzida a um piano e uns dois ou três teclados e nada mais. 

Esta é sem dúvidas, uma das mais complexas e sofisticadas músicas do Yes, mas, no entanto, apesar da forma simplória com que foi executada, deu para ficar a uns dois metros acima do chão, pois é muito difícil não embarcar em seu enredo e começar mais uma viagem.

Não sou eu apenas que senti isso, pois ao final da música, a platéia devolveu calorosamente o estimulo que recebeu daquelas duas extraordinárias figuras, que estão acima do bem e do mal, anos-luz à frente do que se é possível imaginar sobre a vanguarda da música. 

Isto é apenas o começo, pois das peças do Yes, ainda temos, “Long Distance Runaround”; “Time And A Word” e “Southside of the Sky”, todas executadas com muita simplicidade, mas com o “coração” pulsando fortemente, “Yes”, como só poderia ser.

Jon Anderson assim como Rick Wakeman, já deixaram de ser considerados como “gente” há muito tempo (pelo menos, por mim), tornando-se entidades que habitam o espectro da música em uma dimensão que simples mortais como nós, não conseguimos enxergar ou mesmo entender, apenas sentimos e viajamos. 

O show não foi feito apenas com as músicas do Yes, mas principalmente com as músicas do álbum, “The Living Tree”, que contou com, “Living Tree (Part 1)”; “Morning Star”; “Garden”; “Living Tree (Part 2)”; “Just One Man”; “23-24-11”; “House Of Freedom” e “The Meeting” que faz parte do primeiro álbum solo de Jon Anderson, “Olias of Sunhillow”, fechando a primeira parte deste “Concerto”

Sim, um “Concerto”, não um “show de rock”, pois pela reação dos que assistiram a apresentação, ficou muito evidente a emoção de estar diante de dois Espíritos de Luz, “Vivos”, que são personagens marcantes da história do rock progressivo e da música, portanto, como de hábito, depois de tanta rasgação de seda, e só restando uma única alternativa, e em especial para este álbum, o recomendo a qualquer pessoa que goste de música, boa, é claro. 

RECOMENDADÍSSIMO!!!!!

Musicians:
Jon Anderson -  vocals and acoustic guitars
Rick Wakeman -  piano and keyboards

Tracks:
1. And You And I
2. Living Tree (Part 1)
3. Morning Star
4. Long Distance Runaround
5. Garden
6. Living Tree (Part 2)
7. Time And A Word
8. Just One Man
9. 23/24/11
10. Southside
11. House Of Freedom
12. The Meeting

NEW LINK

"And You And I"

"House of Freedom"

"The Meeting"

6 comentários:

  1. Bela resenha Gustavo!A importância do John para o Yes é inegável e muitos fãns dizem que seu último album solo é melhor que o Fly From Here! Vamos torcer para Anderson e Wakeman passarem pelo Brasil! E estou com um palpite e pela minha bola de cristal o Rick Wakeman virá ao Brasil no final do ano!!! Vamos cruzar os dedos!

    --
    Luciano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Luciano, esta dupla está fantástica e não seria nada mal uma visitinha deles aqui no Brasil para mostrar o que é fazer "Música de Verdade"......

      Vamos ficar na torcida.....

      Obrigado pelas palavras de incentivo....

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir
    2. Recebi no dia 1 de junho o CD destes "Dinossáuros" MARAVILHOSOS. Se estivéssemos na época dos bolachões, já teria furado o disco. Realmente vamos torcer para esta dupla aportar por aqui. Em 2001 estive em um show do Rick aqui em SP e foi fantástico.
      Antonio.

      Excluir
    3. Pois é, Antonio, o tempo vai passando, mas a música maravilhosa que estes dois sabem fazer muito bem, vai ficando e se eternizando......

      Tomara que eles possam voltar ao Brasil algum dia.....

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir
  2. O link já era. Por favor, resolva essa "parada". Muito grato. Seu blog é show de bola.
    Iluvatar

    ResponderExcluir
  3. Meu velho,

    o link está reposto em : http://www.sendspace.com/file/kl1if3 ou diretamente na resenha...

    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails