7 de mar de 2012

IQ - "The Wake" - 1985

"The Wake" é o Terceiro álbum do IQ e foi lançado em 1985, surgindo no auge da desordem musical proporcionada na década de oitenta, que neste período já estava distante do "Punk Rock", vivia sua “New Wave” e levemente começa a flertar com "Grunge" de Seattle que tomaria peso somente no início dos anos noventa. 

Sabidamente, o IQ é uma das bandas mais significativas do movimento Neoprog, a segunda geração do rock progressivo e juntamente com Pendragon, Marillion, Pallas, Citizen Cain, Glass Hammer e algumas outras, mantiveram acesa, a chama do espírito e da essência do movimento progressivo iniciado na década de setenta. 

Essas bandas tiveram uma importância muito grande, pois permitiram que os grandes nomes do passado continuassem vivos e ativos, sendo que alguns até hoje, pois serviram de ponte para as novas gerações que não viveram os anos setenta e viam nestes grupos, o motivo e a origem da criação de novas bandas, como por exemplo, o IQ

A influência musical do IQ está intimamente ligada ao Genesis da “Era Gabriel”, pois Peter Nicholls, fã incondicional de Peter Gabriel, assim como seu ídolo, teatralizou sua voz e de certo modo a maneira como se vestia e se apresentava, de modo a criar o clima setentista que envolvia as apresentações do Genesis

Mas o mais importante disto tudo, é que, o IQ tem personalidade própria, fazendo uma música muito vibrante e contagiante, com letras bem elaboradas e arranjos inteligentes e sofisticados que podem ser facilmente identificados neste álbum. 

Logo de cara a música, “Outer Limits”, mostra o que é o IQ e para que veio, pois já começa flamejante no primeiro acorde com a participação ativa de todos os músicos, principalmente de Martin Orford, o tecladista, que sempre dá um show a parte e já teve diversos trabalhos publicados aqui no blog, dentro e fora do IQ

As músicas em sequencia, “The Wake” e “The Magic Roundabout” seguem o mesmo padrão da anterior para em “Corners” dar uma respirada para a próxima música que é uma peça muito interessante, chamada, “Widow’s Peak”, alternando-se em movimentos acelerados e de calmaria, realmente lembrando o Genesis em seus melhores momentos. 

A música, “The Thousand Days” é generosa, pois abre espaço para todos os músicos atuarem de forma muita clara e presente e talvez seja a mais dançante de todas, por seu ritmo bem cadenciado, mesmo sendo uma música complexa. 

“Headlong” a última do álbum, fecha o álbum de forma brilhante, pois, a música é bem viajante e envolvente, com um estilo progressivo espacial muito interessante que evidencia muito os primórdios do rock progressivo. 

Esta edição vem com três faixas bônus, sendo que uma merece um destaque, “Dans Le Parc Du Chateau Noir” uma pequena suíte instrumental de uns sete minutos, onde a generosidade de sua partitura prevalece e permite que todos os instrumentistas mostrem seu trabalho. 

“The Awake” mostra a maturidade profissional da banda em relação à sua música, portanto sendo uma boa oportunidade para ir de encontro a uma música muito inteligente e marcante, mas acima de tudo feita para quem aprecia a qualidade na arte das sete notas.


ALTAMENTE RECOMENDADO!!!


IQ:
Paul Cook / drums and percussion
Tim Essau / music man, basses & bass pedals
Mike Holmes / guitars
Peter Nicholls / voice, tambourine
Martin Orford / keyboards

Tracks Listing
01. Outer Limits (8:15)
02. The Wake (3:12)
03. The Magic Roundabout (8:18)
04. Corners (6:20)
05. Widow's Peak (9:12)
06. The Thousand Days (5:12)
07. Headlong (7:25)
Bonus tracks:
08. Dans Le Parc Du Chateau Noir (7:37)
09. The Thousand Days (demo) (3:55)
10. The Magic Roundabout (demo) (6:27)


LINK

"Outer Limits"

"The Thousand Days"

"The Magic Roundabout - Live Version"

2 comentários:

  1. Amigo, posso ver que suas postagens são bem recentes (07/03/2012 - hoje) e me espanta verificar que seus links (todos) apontam para o sendspace, que me parece, está fora do ar.
    Estou fazendo alguma coisa errada?
    Como faço para baixar esses álbuns???
    Obrigado por qualquer ajuda.

    ResponderExcluir
  2. Acabei de fazer o download desta postagem.

    O sendspace está funcionando normalmente.


    Veja se há alguma restrição de firewall quanto a sites de hospedagem de arquivos, pois normalmente, as empresas fazem este tipo de bloqueio para evitar tráfego em suas redes...


    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails