20 de jan de 2012

RENAISSANCE - "Prologue" - 1972

Muito bem, estamos no ano de 2012 eu neste exato momento estou escutando um álbum de 1972, chamado, Prologue, isso mesmo, do Renaissance, já com a voz de anjo de Annie Haslan

Mesmo tanto tempo depois, exatos quarenta anos, a emoção de escutá-lo, ainda é a mesma de quando ainda era um moleque de uns quinze anos, tentando descobrir qual era a minha tribo e qual segmento do rock eu deveria seguir e de repente eu me deparo com uma voz feminina, um tanto incomum em um cenário predominantemente de machos, foi uma loucura total. 

Não só a sua voz hipnotizava (isso até hoje), mas sua beleza física impressionava muito, pois era uma linda jovem de cabelos loiros, que carregava um belíssimo sorriso cantante, que cativava a mais bruta alma, não tinha escapatória, e para ser bem franco, continua não tendo. 

Annie Haslan tem uma voz única, assim como, Jon Anderson, ou seja, coisa de uma força superior, um Don dado pelos deuses da música que, invariavelmente, resolvem premiar algumas poucas pessoas, transformando-as, não em astros do rock, mas em entidades musicais humanas, que por todo o sempre irão nos encantar, pois estão acima do bem e do mal e foram premiadas com esta missão aqui na terra. 

Pode parecer um pouco de loucura ou mesmo fanatismo de minha parte em criar alguns eufemismos ou factóides em torno de um álbum, uma banda ou mesmo de um músico isolado, mas eu não consigo escutar um álbum como este e não pirar (no bom sentido), mesmo já tendo escutado um sem número de vezes, portanto, me desculpem, mas eu não me furto da oportunidade em elevar estas figuras aos mais altos patamares da glória. 

O álbum Prologue, é uma obra prima que, impressiona muito, logo na primeira faixa, que leva o nome do álbum, pois, John Tout simplesmente “detona” com seu piano e o nosso anjo loiro com sua voz que mais parece o som de um Mini-Moog nas mãos de Rick Wakeman, tiram o fôlego de qualquer um. 

Em seguida temos a música, “Kiev” que é uma obra de arte, para então sermos mais uma vez hipnotizados, agora por uma sereia em “Sounds of the sea”, que é mais um show à parte de Annie Haslan

Uma Ode ao amor é o que melhor define a linda música, "Spare Some Love", talvez a mais simplória de todas, mas muito longe da banalidade, para então chegar à melodiosa “Bound For Infinity” que prepara o coração para música, ”Rajah Khan”, que têm forte apelo oriental, assim como “Kashmir” do Led Zeppellin, que por sinal, é lindíssima também e sempre que eu escuto uma delas, sempre me lembro da outra, mas isso são coisas de uma mente que diariamente se alimenta deste tipo de música. 

A bem da verdade, este álbum eu estou postando apenas pelo prazer de tê-lo aqui no blog, pois já deve ter sido postado um zilhão de vezes em vários outro blogs e também pelo fato de ser mais uma oportunidade que se abre para ele ser achado por quem está atrás de música com a mais alta qualidade.

RECOMENDADÍSSIMO!!!!

Musicians:
Jon Camp / bass, tamboura, vocals.
Annie Haslam / lead vocals, percussion
Rob Hendry / guitars, mandolin, chimes, vocals
Terry Sullivan / drums, percussion
John Tout / keyboards, vocals

Tracks:
01. Prologue (5:39)
02. Kiev (7:39)
03. Sounds of the sea (7:09)
04. Spare some love (5:05)
05. Bound for infinity (4:17)
06. Rajah Khan (11:14)


"Prologue"

"Rajah Khan"

16 comentários:

  1. Excelente post, Gustavo. Vibrante texto! O "Prologue" é meu álbum preferido do Renaissance. É o único que pode-se dizer que em duas das canções, não há letras, a primeira e a última faixa, com o predomínio do vocal hipnotizante da maravilhosa Annie Haslan. Paradoxalmente, minha música predileta do grupo, é cantada pelo baixista Jon Camp.

    Sobre a Annie, o vocal da Maddy Prior, do Steeleye Span, é bem parecido com o da vocalista do Renaissance, só que ele é um pouco mais grave, a Maddy não costuma dar os agudos, nem é tão angelical como a Annie.

    Se tiver curiosidade, leia o post, "Dois Joões Blogueiros, no meu blog, "Preenchendo o Vazio da Existência". Nele, eu falo sobre o genial John Tout.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Caro Roderick,

    Este álbum já está imortalizado nos anais do rock, pois é um a peça raríssima e inigualável......

    Annie é um fenômeno musical que vai além da compreensão......

    Eu nunca escitei nada do Steele Span e já que deu a dica, vou pesquisar........

    Ta de blog novo e nem avisa aos amigos????

    Não tem problema, vou fuçar assim mesmo (hahahaah)....

    Volte sempre, pois presença é muito importante para todos que frequentam o blog.....


    Abraços,

    Gustavo
    Um forte

    ResponderExcluir
  3. Pois bem, Gustavo, ignore essa música, se vc for capaz.rs

    Tudo de bom!

    http://www.youtube.com/watch?v=n01T7ejqKWk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bicho,

      Muito legal mesmo......

      A voz dela é muito semelhante a de Annie, porém não emite os agudos na mesma intensidade, mas de qualquer forma, uma excelente cantora.....

      ABraços,

      Gustavo

      Excluir
  4. Prezados Mano Véio e Grande Roderick...

    Gostaria apenas de acrescentar que cada vez que ouço o Nightwish ou Tristania, eu me lembro do Renaissance.........(*).....

    Roderick...manda o link do seu blog!!!!

    A todos!!!!

    Abraço...Força...Sucesso

    Carlos.."The Ancient"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlão,

      O Nightwish tem algumas peças bem interessantes, bem como o "Epica", que faz um metal sinfônico muito bom e que tem uma vocalista sensacional, mas não lembro do nome dela agora....

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir
  5. Carlos, o mala aqui tem três blogs(rs),melhor vc clicar no meu nome,que vc vai ver o quanto o ser humano é fútil(rs).

    A Maddy Prior, Gustavo, não fica a cantar "ah, aha, aha.". Na verdade, não existe, pra mim, cantora como a a Annie Haslam.

    Gustavo, aproveito a viagem, para te explorar um pouco: vc tem o Omega do cisne, 200 Year Last War", e o do capa vermelha, ambos cantados em inglês?

    Tudo de bom pra vcs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo,

      O Link para"200 Year Last War" é este: http://www.sendspace.com/file/5vdjak

      O outro álbum eu estou procurando!!!

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir
  6. Oi Gustavo, muito obrigado. Consegui o do cisne, mas, o outro, está complicado. Hoje baixei dois "Omega"(1973), capa vermelha, mas é uma coletânea, contendo algumas faixas do Omega(73) , do album do cisne e do Omega III.

    Mais uma vez, muito obrigado!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro,

      Ai está o link pra ao que eu acho que é o álbum da capa vermelha: http://www.sendspace.com/file/1pilim

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir
  7. Prezado,

    Este link é do Omega III, o chamado álbum do fogo, que tem "Fire Stormy".

    Vou usar , mais uma vez, minha prolixidade, lhe fazendo uma confissão. Se achar conveniente, pode apagar o comentário.

    Devido minha parca condição financeira, vendi, de uma semana pra cá, 9 vinis para um sujeito. 8 nacionais e um importado; o pacote por 440 reais. Entre eles, estavam os Omega do cisne e o da capa vermelha(ambos nacionais, cada um foi vendido a 50 reais). Baixei todos pela internet. Minha dificuldade foi só com os Omegas. Pesquisei, tentei ... e só encontrei , até a pouco, a coletânea. O Dead or Alive, veio em meu auxílio, nos sites q ele me enviou, não houve como baixar o disco. No entanto, num deles, tem a relação das músicas do álbum vermelho. Aí, salvei seus títulos, fui até o google, e encontrei um site com o disco. Estou baixando... espero que tudo dê certo. O download está uma tartaruga, mas vou ter paciência.

    Gustavo, muitíssimo obrigado e desculpe eu te incomodar.

    Tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, O único incomodo que podes me causar, é o da tua ausência aqui no blog, no mais, vida longa e conte sempre comigo.... Abraços, Gustavo

      Excluir
  8. Grato pela sua compreensão. Já baixei, e tudo normal.rs

    Valeu mesmo! Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  9. Obrigada por disponibilizar o link! Lembro-me até hoje de onde estava (passando em frente a uma loja de discos), quando ouvi pela primeira vez esse disco. Fiquei embasbacada e entrei imediatamente na loja e pedi para ver o disco. Era o último e tinha um cara olhando a capa. Sequei para ele não comprar, como poucas vezes sequei algo em minha vida. Tenho o álbum até hoje aqui em casa... Mas estava procurando um arquivo que me permitisse ouvi-lo em meu carro. Obrigada novamente e peço desculpas por não conseguir deixar de compartilhar minha história. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Taynam,

    Essa é a melhor parte em manter o blog ativo, ou seja, poder provocar algum tipo de emoção em quem nos visita..... que bom tenha nos visitado....

    Volte Sempre!!!


    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo,
      Agradeço pelo carinho e já de volta, vendo as maravilhas que voces tem por aqui. Como pode ver, já estou virando fã.
      Abraços.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails