18 de out de 2011

ELOY - "Live in Besançon" - 1980

Formado por quatro letrinhas mágicas, o “Eloy”, é a grife musical de Frank Bornemann, gênio máximo do rock progressivo Alemão, agora nos brindando em uma apresentação antológica na França. 

Esta curta apresentação aconteceu no dia vinte e cinco de setembro de 1980, no “LE THEATRE MUSICAL DE BESANÇON”, onde Frank Bornemann estava acompanhado de Klaus-Peter Matziol, Hannes Arkona, Hannes Folberth e Jim McGillivray para completar o elenco. 

O set-list, é muito bom, pois foi montado com as músicas, “Giant”; ”Illumination”, “Impressions”; “Poseidon's Creation” e “Pilot to Paradise”, originárias dos álbuns, “Oceans”; "Silent Cries And Mighty Echoes" e “Colours” que era o objetivo deste show. 

Não tem nem muita graça comentar a performamance da banda, pois independetente do “entra e sai” de músicos, muito habitual na trajetória do Eloy, o resultado final é sempre o mesmo, ou seja, é “perfeito”, pois os caras são muito bons e Frank Bornemann com sua mágica guitarra e a sua voz muito pitoresca por conta do seu sotaque germânico, se encarrega de fechar o ciclo musical. 

Eu não canso de afirmar que é possivel comparar musicalmente o Eloy com o Pink Floyd, pois a extensa discografia, com mais de vinte álbuns que a banda acumulou nestes quarenta anos de estúdios e palco, mostra a evolução e o nível de detalhes imposta em suas músicas, assim como o Pink Floyd fazia nas suas.

Pesquisando este bootleg, cheguei à conclusão que ele provavelmente não esta completo, portanto, podem estar faltando algumas músicas, porém, é tão difícil encontrar algum material disponível do Eloy para postar, que quando aparece algum, não tem jeito, vai para o blog, mesmo que seja muito curto como este, pois o que importa, é seu valor histórico e o registro de mais uma brilhante atuação do "Floyd Alemão".

ALTAMENTE RECOMENDADO!!!!

Musicians:
Frank Bornemann - Lead Vocals, Electric Guitar, Acoustic Guitar
Klaus-Peter Matziol - Bass, Vocals
Hannes Arkona - Electric Guitar, Acoustic Guitar
Hannes Folberth - Keyboards
Jim McGillivray - Drums, Percussion

Tracks:
1. Giant
2. Illumination
3. Impressions
4. Poseidon's Creation
5. Pilot to Paradise

LINK

"Poseidon's Creation"

8 comentários:

  1. Fala Mano Véio!!!!!!!!!!!!!

    A primeira música que ouvi do Eloy se chama End of an Odissey do Álbum Time to Turn - obra prima da banda e do rock progressivo - Deu na veia

    musica espacial, tom futurista, uma das melhores introduções que já ouvi, irmã gêmea de Camera Eye do Rush.

    Você acertou em cheio,,,a guitarra e o sotaque de Frank Bornemamm dá uma identidade à banda, tipo marca registrada.

    Posso garantir a você que o Eloy tem uma vantagem sobre o Pink Floyd...SOBRE VIDA APÓS 1980...Na minha opinião, só existe Pink Floyd

    se tiver Roger Waters, e Não existe Pink Floyd sem David Gilmour...Por um outro Lado O Eloy é Frank Bornemann, da mesma forma como

    Jethro Tull é Ian Anderson.

    Por este aspecto, O Eloy está para mim, como aquelas bandas fantásticas, que deveriam ocupar seu devido lugar de destaque, assim como o Camel

    e o Pendragon (tópico de nosso último debate)

    Cada vez que ouço Eloy, a sensação que tenho é que estou dentro de uma nave espacial em uma viagem fantástica cheia de luzes se

    fundindo com os mais diferentes tipos de imagem...

    Essas bandas nos tornaram pessoas diferentes, de gosto apurado, e acima de tudo...Exigentes que jamais se contentam com qualquer

    coisa que não seja simplesmente o melhor!!!

    Parabens pelo Post

    Abraço....Força....Sucesso!!!!!

    ResponderExcluir
  2. P.S.Ass. Carlos..."The Ancient"

    ResponderExcluir
  3. Carlos,

    O Eloy é uma banda que sem problema algum, eu coloco lado-a-lado, com o Pink Floyd, Yes, Genesis, Jethro Tull e quem mais tiver para ser comparado....

    Frank Borneman é um Gênio como compositor, um exímio guitarrista e tem um vocal muito especial que sintoniza muito bem com as suas músicas.....

    A banda ao longo do tempo, produziu vários álbuns absolutamente perfeitos, com uma estética musical fantástica e isto tudo com o entra e sai de músicos, praticamente a cada álbum......

    Eles só pecaram no "marketing", pois a projeção e o reconhecimento que tiveram, ficou muito abaixo do que efetivamente mereciam.....

    Toda vez que apresento a banda a quem nunca soube dela, a receptividade é imensa..... pois todos ficam encantados com o grupo.....


    É isso ai meu irmão....

    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir
  4. ...Por causa deste trabalho de marketing que você disse, em 1985 tivemos que aguentar a chatice do Scorpions e as perucas da Nina Hagen No Rock'in Rio...Enquanto isso o Eloy vinha numa sequência fulminante de seis albuns absolutamente fantásticos!!!! eles deveriam ter dividido o palco na noite que o Queen e o Yes tocaram...O avesso à mídia funcionou para o Pink floyd...Mas o Floyd estava na Inglatera!!!!

    Abraço...Força...Sucesso!!!

    Carlos.."The Ancient"

    ResponderExcluir
  5. Pois é meu amigo e bandas como IQ, Pendragon, Glass Hammer e tantas outras, são relegadas a um segundo plano por falta de marketing......

    Uma pena!!!

    Ai temos que aturar um "Restart" vendendo mais de 2 milhões de cópias....... fim dos tempos!!!!

    Abraços,


    Gustavo

    ResponderExcluir
  6. Nossa, tava apenas procurando imagens do Eloy na internet e acabo achando um album que eu nunca que eu nunca tinha escutado. Valeu mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Muito legal que tenha gostado.....

    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails