16 de ago de 2011

YES - "Endless Road" - 1994

O Yes em 1994 realizava a “Talk Tour” que para nosso deleite, geraram vários bootlegs, sendo um deles, este que agora apresento, “Endless Road”, gravado em onze de agosto de 1994, no Orlando Arena, Orlando, Flórida, USA. 

Curiosamente, o albúm de estúdio, “Talk”, lançado neste mesmo ano, é um dos poucos álbuns produzidos pelo Yes, que mesmo sem contar com sua formação clássica, supreendeu pela sua proposta e qualidade musical. 

Desta vez, as ausências de membros honoráveis, como Wakeman e Howe, não botaram em risco a escência da banda, pois a proposta para este álbum, foi de uma sonoridade menos rebuscada, mais coloquial, sem no entanto, haver uma temática forte e predominante que defina exatamente onde quisera chegar, mas de alguma forma, conseguem atingir o coração de quem escuta suas músicas, isto é fato, pelo menos para mim. 

Tanto Tony Keye como Trevor Rabin, adaptaram-se muito bem a este álbum e consequentemente às apresentações, portanto, este bootleg é uma excelente oportunidade para curtir o som do Yes em um momento, talvez não tão brilhante como o passado dos anos setenta, mas que pode revelar um Yes mais descontraído e bem menos compromissado com padrões musicais conflitantes para aquele momento. 

Boa parte das músicas, são oriundas do álbum “Talk”, onde podemos destacar, “The Calling” e “I Am Waiting” que são tocadas em sequência logo no inicio do show, como músicas absolutamente “lindas”, um primor, sem exageros, na dose certa para agradar. 

A super balada “Owner Of A Lonely Heart”, logicamente faz parte do set-list do show, bem como “Roundabout”, “Heart Of The Sunrise”, “I’ve Seen All Good People” e “Perpetual Change” que são as representantes da fase de ouro da banda. 

No mais, relativo às outras músicas não citadas e a apresentação da banda, o Yes nunca deixa por menos quando está diante de uma platéia, ou seja, é mais uma apresentação impecável e invejável de um dos ícones mais significativos do rock progressivo. 

Na procura por algum vídeo no Youtube para ilustrar este show, acabei achando o Yes fazendo um cover com a música, “Purple Haze” de Jimmi Hendrix, que não está neste bootleg, mas que foi executada semanas após este show, no Chile, simplesmente imperdível. 

ALTAMENTE RECOMENDADO!!!!

Musicians:
Jon Anderson - lead and backing vocals
Trevor Rabin - electric and acoustic guitars, keyboards, programming, lead and backing vocals
Tony Kaye - Hammond organ
Chris Squire - bass guitar, backing vocals
Alan White - drums

Tracks:
Disc 1
01. Opening – Perpetual Change
02. The Calling
03. I Am Waiting
04. Rhythm Of Love
05. Hearts
06. Real Love
07. Changes
08. Heart Of The Sunrise

Disc 2
01. Make It Easy
02. Owner Of A Lonely Heart
03. And You And I
04. Where Will You Be
05. I’ve Seen All Good People
06. Walls
07. Endless Dream
08. Roundabout

Disc 3
01. Cinema
02. City Of Love

LINK 01
LINK 02

"The Calling"

"Purple Haze"

4 comentários:

  1. FALA AÍ MANO VÉIO.....OBRIGADO PELO FEED BACK DE MINHA POSTAGEM....FOI PÁ-BOLA....(FLY FROM HERE)

    EU VÍ ESTA TOUR QUANDO ELES ESTIVERAM NO BRASIL...IMPRESSIONANTE COMO A SONORIDADE DA BANDA SOA COMO SE ESTIVÉSSEMOS OUVINDO UM DISCO DE ESTUDIO TAMANHA A PERFEIÇÃO COM QUE EXECUTAM AS FAIXAS...

    AGORA DE BROTHER PRA BROTHER...DRAMA É TÃO BOM, MAS É TÃO BOM...QUE NINGUÉM FALA QUE O PIOR TRABALHO DO YES É OPEN YOUR EYES....PRA ENTENDER FLY FROM HERE É NECESSÁRIO AMAR DRAMA....

    ELES PEGARAM O TRABALHO DE TREVOR HORN E FIZERAM A MESMA COISA QUE FIZERAM COM AMERICA, EVERY LITTLE THING DOS BEATLES E IN TO THE LENS DO DRAMA...VOCÊ TEM ALGUMA DÚVIDA DE QUAIS DAS VERSÕES FICARAM MELHOR??? ESTOU AGUARDANDO SUA RESENHA DE FLY FROM HERE....( MAS NÃO ANTES DE PUBLICAR UMA DE DRAMA!!!!)

    ABRAÇO...SUCESSO....FORÇA....

    CARLOS "THE ANCIENT"....

    ResponderExcluir
  2. Meu irmão,

    Legal que tenha voltado ao blog.....

    Eu ja fiz uma postagem sobre o álbum Drama...

    Siga este link: http://7062khz.blogspot.com/2010/05/yes-drama-1980.html

    Possivelmente você tem razão quando diz que é preciso amar "Drama" para entender Fly from here...., pois é exatamente este problema, pois eu não me identifico muito com Drama.....

    Eu até escuto ele de vez em quando, mas confesso que não é um dos meus prediletos......

    Assim que tiver um tempo adequado, vou reescrever a resenha de Fly from here......

    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir
  3. Brother..já li seu post sobre Drama...e deixei minhas impressões abaixo...

    Fato..se não amar Drama, não tem como entender Fly From Here..O Yes entre um milhão de adjetivos, pode também ser considerado musicalmente uma das bandas mais polêmicas da história do Rock..Quem diria que depois de tantos anos esse album voltaria a estar em evidência e provocar tanta polêmica..nem o fã mais aficcionado poderia imaginar isso..

    ABRAÇO..SUCESSO...E FORÇA

    CARLOS.."THE ANCIENT"

    ResponderExcluir
  4. O Yes ao longo do tempo ainda é a banda que mais surpreende no mundo do rock, com indas e vindas de seus integrantes, e agora não foi diferente........

    Abraços,


    Gustavo

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails