22 de mar de 2011

OMEGA - "Élö Omega Kisstadion '79" - 1979

Há muito tempo não dava uma passadinha na cortina de ferro para garimpar alguma preciosidade e desta vez, dei uma puta sorte, pois achei um diamante de vinte e quatro quilates, conhecido como, Omega, da distante Hungria e o melhor de tudo, é que é um álbum gravado a partir de uma apresentação pública em Budapeste no ano de 1979 e chama-se, "Élö Omega Kisstadion '79"

O impressionante é que as músicas estão cantadas no idioma nativo e mesmo assim são contagiantes, tendo em vista que a platéia está simplesmente alucinada, cantando junto, batendo palmas e gritando o nome da banda praticamente o tempo todo e não há como não ficar tocado com a emoção que a banda está provocando nos fãs e a impressão que fica é que eles são adorados incondicionalmente e acredito que o sejam mesmo, pois mesmo sem entender sequer uma única palavra, o sentimento em relação às músicas é sempre o mesmo, ou seja, dá vontade de escutar mais uma vez. 


Hoje em dia a Hungria é um Pais livre, mas já teve seus momentos de angústia e profunda depressão moral após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando começaram os longos anos de ferro da Guerra Fria, é possível que a banda à partir do início dos anos sessenta, tenha funcionado como uma válvula de escape para agüentar tanta pressão que o povo foi submetido. 

Obviamente a vocação da banda e o talento individual de cada músico é indiscutível, pois são bons demais e disto eu não tenho dúvidas, a qualidade musical passa em qualquer teste, tendo em vista que as músicas apresentadas são fruto dos álbuns de estúdio anteriores, "Time Robber", "Skyrover" e "Gammapolis" que acabaram ganhando versões em inglês pela tamanha aceitação que tiveram no resto da Europa. 

O álbum é o destaque principal, mas não custa nada comentar a atuação do guitarrista, György Molnár, que tranquilamente pode ser colocado ao lado dos grandes nomes do rock, pois dá um show a parte, é muito bom mesmo e também gostaria de destacar a atuação do vocalista, János Kobor, uma figura carismática que hipnotiza seus fãs com a maior facilidade, portanto, não há porque não experimentar o trabalho desta conceituadíssima banda e deste não menos conceituado álbum, pois posso assegurar que o idioma não será uma barreira, basta escutá-lo. 

Musicians:
László Benkö / keyboards
Ferenc Debreceni / drums
János Kobor / vocals
Tamás Mihály / bass
György Molnár / guitar

Songs:
01. Sze-Vosztok
02. Gammapolis 1
03. Nem tudom a neved
04. Léna
05. Start
06. Idörabló
07. Éjféli koncert
08. Ezüst esõ
09. Csillagok útján
10. Örültek órája
11. Metamorfózis II
12. Finálé
13. Metamorfózis I

LINK

"Örültek órája"

"Csillagok útján"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails