9 de mar de 2011

EKSEPTION - "Live In Germany" - 2003

Passado as loucas  comemorações carnavalescas, é hora de retornarmos a nossa realidade, que de virtual não tem nada, portanto, vamos ligar os motores e tocar a vida à diante para não perdermos o ritmo. 

Curiosamente, ontem foi feita uma solicitação para eu recuperar um link perdido de uma postagem única que havia feito do Ekseption, o que foi feito de pronto, uma vez que o link havia expirado e por conta disto, acabei lembrando este álbum, "Live In Germany", gravado em 2003???, eu o tinha como gravado em 1993 e isto acabou me confundindo um pouco, pois esta gravação não tem muito o jeito de ser tão recente e fazendo uma pesquisa no Youtube, está parecendo com algumas imagens de shows feitos em 1973, mas a bem da verdade eu não encontrei uma prova em contrário disto e como no encarte do álbum está escrito 2003, não resta alternativa senão concordar com esta data mesmo que de forma provisória, pois ainda não estou convencido. 

Deixando os problemas cronológicos de lado e partindo para o que interessa, ou seja, este álbum, que por sinal é excelente e Rick Van Der Linden e sua trupe está melhor do que nunca e o elenco de músicas para esta apresentação é fabuloso, problemas de datas não tem a menor importância. 

Lembro que na postagem que fiz do primeiro álbum da banda, eu havia citado algo sobre irreverência e ousadia e agora eu não só confirmo o que disse anteriormente como ainda complemento com alguns outros adjetivos como coragem, talento fora do comum e tudo mais que possa existir, pois não é fácil fazer adaptações em obras primas da música clássica e digamos assim, cutucar o leão com a vara curta e ainda assim sair aplaudido de pé tanto pela crítica que em geral é cruel e destrutiva, bem como por uma grande massa de fãs que conquistou e ainda conquista ao longo das suas mais de quatro décadas. 

Finalizando, este álbum tem toda condição de agradar do netinho progmaníaco até o vovozinho mais clássico que possa existir, pois mesmo com a forma irreverente de reproduzir as obras dos grandes mestres da música clássica, não existe a deturpação ou uma galhofa sobre as peças tão célebres que receberam uma nova pele, um formato moderno (moderno quando ???, imaginem que essa loucura começou em 1967) e que de alguma forma, propicia até certa curiosidade em escutar a música em seu formato original, o que é ótimo, principalmente para os admiradores do rock progressivo, pois grande parte do conteúdo erudito desta modalidade musical vem da música clássica, ou seja, uma boa oportunidade em aprimorar os conhecimentos.

Bem, tentando finalizar definitivamente, o álbum é realmente super recomendável tanto pelas músicas escolhidas, bem como pelos músicos que dão um show de interpretação com seus instrumentos.

Musicians
Rick Van Der Linden / Farfisa 1-3 +5 and Grand pianoRein Van Der Broek / trumpet, flugelhorn
Max Werner / drums
Frans Muys Van Der Moer / bass
Dick Remelink / soprano & tenor saxophone

Tracks:
01. Toccata (5:23)
02. Your home (4:51)
03. Peace planet (3:43)
04. Concerto (4:02)
05. Haydn (3:08)
06. Air (3:57)
07. Rhapsody in blue (4:45)
08. Thoughts (3:57)
09. Summertime (2:50)
10. For example (9:43)
11. The fifth (3:12)
12. Italian concerto (4:03)
13. Sabre dance (3:35)
14. My pianoman (2:45)


NEW LINK


"Sabre dance"

"Toccata"

2 comentários:

  1. Como eu faço para baixar este álbum? Não tem link... dá para me ajudar? O meu e-mail é: wolverine_dinunci@hotmail.com. Muito thank you!!!

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo,

    Acho que o velhinho aqui esqueceu de colar o link, mas já está resolvido.

    Deslcupe a nossa falha....

    Abraços,

    Gustavo

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails