11 de mar de 2011

EDGAR ALLAN POE - "Generazioni - Storia di Sempre" - 1974

Edgar Allan Poe é mais uma banda de rock progressivo Italiano que produziu apenas um só álbum, "Generazioni - Storia di Sempre", lançado em 1974 e talvez por falta de uma promoção maior, tenha caído no ostracismo e neste momento, é preciso lembrar que a Itália foi um dos berços do rock que lançou uma onda de bandas ao mesmo tempo, com algumas que alcançaram prestígio internacional como, Le Orme, Banco Del Mutuo Soccorso, Museo Rosenbach, Conzorcio Acqua Potabile, PFM e tantas outras que agora não me recordo e associado a isto, a Inglaterra e Alemanha também estavam efervescentes, ocasionando uma disputa frenética. 

Não é possível alegar concorrência desleal, mas na verdade a quantidade de bandas era muito grande e se realmente não houve um marketing eficiente, o resultado não poderia ser outro, o que é uma lástima, pois o álbum é muito interessante e a banda mostrou-se promissora, pois conseguiu produzir belíssimas músicas que guardada as devidas proporções, lembra um pouco do Museo Rosenbach com seu álbum, Zarathustra, lançado no ano anterior e, diga-se de passagem, uma obra prima do progressivo Italiano e se por acaso foi objeto de inspiração para a modelagem de "Generazioni - Storia di Sempre", houve muito bom gosto e considero uma atitude muito normal para uma banda que estava em início de carreira. 

Na verdade o que importa é que estamos diante de um álbum muito bem produzido, rico musicalmente, com uma cadência bem harmoniosa entre as músicas que revela músicos bem íntimos de seus instrumentos e aproveito para destacar a ênfase dada ao baixo de Marco Maggi, fato raro e, portanto digno de ser destacado bem como a atuação de Giorgio Foti que não tem um vocal potente, mas foi suficiente para sustentar as canções, muito bem acompanhadas de seus teclados. 

Beppe Ronco, também se mostrou um exímio músico de cordas nos harmoniosos acompanhamentos de seu mandolim bem como nos intrincados solos de sua afinadíssima guitarra e Lello Foti com sua bateria comandou a todos com sua presença marcante fechando o ciclo deste conjunto. 

Relativo às músicas, todas muito boas, uma me chamou muito a atenção, "Alla ricerca", uma linda composição onde percebi que um dos teclados utilizados estava com o timbre e a afinação idêntica a de Tony Banks no álbum "Nursery Crime", o que em nada tira o mérito da música e de todo o trabalho muito bem elaborado feito pela banda que sabiamente encerra o álbum com a música "Generazioni" uma das melhores do álbum.

ALTAMENTE RECOMENDADO!!!!

Musicians
Giorgio Foti / keyboards, vocals
Beppe Ronco / guitar, mandolin
Lello Foti / drums
Marco Maggi / bass

Tracks: 
1. Prologo
2. Considerazioni
3. Per un'anima
4. Alla ricerca.....
5. Ad un vecchio
6. La ballata del cane
7. Generazioni

LINK

"Alla ricerca"

"Generazioni"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails