8 de out de 2010

SOLARIS - "Back to the Roots" e " Noab" - 2000

Aproveitando a proximidade de mais um feriado prolongado, nada melhor que uma boa trilha para acompanha-lo nestes quatro dias de lazer, portanto hoje teremos uma rodada dupla.

Quando dá aquela vontade de escutar alguma música diferente e quando digo isto, é diferente mesmo, a começar pelo idioma, obviamente fora do eixo Inglaterra, Itália, Alemanha, eu não penso duas vezes, corro para a Hungria e escuto algum álbum do Solaris e estes dois que agora apresento, "Back to the Roots" e o "Noab", dois bootlegs oficiais da banda, são exímios exemplares do que há melhor no rock progressivo.

O Solaris comanda o espetáculo com muita propriedade, personalidade e principalmente com muita simplicidade, características presente apenas nas grandes bandas de rock e nestes dois álbuns que são predominantemente instrumentais, foram plugados em tomadas de 440V, pois as músicas são bem movimentadas não dando espaço a monotonia, ou seja, ele naturalmente prende a atenção de quem o escuta.

Esta duas compilações são fruto de gravações de diversas apresentações que foram feitas entre 1980 e 2000 e a rigor existe mais uma que eu nunca consegui encontrar para completar esta fantástica trilogia, chamada, "Los Angeles 2026".

O Solaris em cada álbum que produz, seja de estúdio ou não, proporciona uma nova aula de música, pois sempre tem alguma novidade a apresentar, tamanha a consistência e densidade de suas composições e performances musicais.

A Hungria, bem como os demais países que ficaram escondidos atrás da Cortina de Ferro imposta pela situação da Europa pós Segunda Grande Guerra Mundial, escondem tesouros musicais inimagináveis que foram oprimidos pelas autoridades comunistas nos anos setenta onde o rock era simplemente proibido por questões obvias, pois seria uma maneira indireta de fazer protestos contra aquela situação absurda que por tanto tempo viveram.

Eu não tenho dúvidas que a Hungria é também um berço do rock progressivo, pois além do Solaris, lembro agora do Omega que também é outra super banda, com trabalhos incríveis e tendo em vista que eu possuo dezesseis álbuns de um total de trinta e sete editados, é muita produção e inspiração para uma única banda e agora me dou conta que ainda não postei nenhum álbum deles, o que é  uma lástima, que pretendo eliminar muito em breve.  

"Back to the Roots"

Músicos:
- István Cziglán / guitars
- Róbert Erdész / keyboards
- Attila Kollár / flute
- Attila Seres / bass
- Vilmos Tóth / drums

TrackList
1. Revival (11:53)
2. Counterpoint - original version (4:16)
3. Solaris Suite parts: (18:09)
a) Ancient Viking
b) Solaris
c) Waves of the Dune
4. Distant Fire (4:36)
5. Undefeatable - 1980 (9:05)

"Noab"
Músicos:
- Csaba Bogdán / guitars
- István Cziglán / guitars
- Róbert Erdész / keyboards
- Gábor Kisszabó / bass
- Attila Kollár / flute
- Ferenc Raus / drums

Convidado:
- Vilmos Tóth / drums

Track-list:
1. NOAB (21:48)
2. Szep, uj vilog (3:57)
3. Marrakesh (7:44)
4. Toatelle (5:54)
5. Ujjaszuletes-2 (13:09)
6. Dr. MabuseEzR szame (Absolute bonus) (5:31)

"ProgFest 95 - Parte I"
"ProgFest 95 - Parte II"

4 comentários:

  1. Saudações caro Lord Gustavo!

    Bicho... excelente e invejável resenha. E vc. ainda me diz que as resenhas estão superficiais? (Seu comentário na postagem do "War of the Worlds"). Magnífico!
    Concordo plenamente com vc., quando vc. afirma que a Hungria também é um país onde o progressivo foi muito bem desenvolvido. Além das bandas mencionadas por vc. gostaria de acrescentar a lista a excelente banda East, que faz um excelente prog dos anos 80.
    Aguardo ansioso suas magníficas postagens e textos sobre o Omega! Certamente será muito enriquecedor para todos nós.
    Um Grande e Forte AbraçO!
    MM:.

    ResponderExcluir
  2. Meu Caro Amigo Mercenário,

    Que bom que está volta às atividades do seu blog e está frequentando esta humilde casa.....

    Fico muito grato por seus comentários a respeito das resenhas que apenas são uma forma de incentivar e atrair um maior número de pessoas ao bom hábito da música.......

    Quanto a Hungria, é realmente um celeiro de excelentes bandas de rock e aque citou, confesso que já tinha conhecimento dela mas nunca escutei nada e agora você me deu um bom motivo para conhece-la e futuramente postar algo sobre esta banda aqui no blog.

    O Omega tem trabalhos fantásticos como o Solaris, mas acredito que não tenham tido tanta penetração como o solaris teve.

    Volte sempre, pois sua presença aqui no blog é muito valiosa para todos que o frequentam.....

    Um fortíssimo abraço a você e família.....

    Gustavo

    ResponderExcluir
  3. Já conseguistes o de Los Angeles. Tenho aqui é sensacional, 1 hora e meia de uma viagem sem fim. Meu email é ofernando@globo.com me escreve caso ainda não tenha que posto no mediafire para voce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando,

      Esse álbum é muito bom mesmo e eu já postei ele a algum tempo atrás.... Só não sei se o link ainda está válido.....

      Mas de qualquer forma, valeu muito pelo seu oferecimento......

      Abraços,

      Gustavo

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails