16 de ago de 2010

NICO & TANGERINE DREAM - "Atmosferics a Notre-Dame" - 1974

Onde tem Tangerine Dream, tem Edgar Froese e se tem Edgar Froese, tem muita criatividade e genialidade de sobra para nos assombrar com sua música eletrônica e neste álbum, "Atmosferics a Notre-Dame" gravado em 1974 dentro da Catedral de Notre-Dame,  mais uma  prova é dada.

Para este show o Tangerine Dream teve seu time de músicos reforçado por um elemento de peso,  Christa Päffgen, conhecida artisticamente por Nico, ela que em 1967 havia deixado o Velvet Underground e partido para uma carreira solo de sucesso, trouxe a voz feminina para dentro do Tangerine Dream, coisa rara em seu vasto acervo.

Eu particularmente achei o trabalho um pouco fúnebre, parece música para animar um velório, mas como do Tangerine Dream e da cabeça de Edgar Froese pode-se esperar de tudo, não cheguei a ficar muito surpreso, pois seu elevado grau de experimentalismo eletrônico e musical o habilita a produzir estas manifestações artísticas que na verdade são de altíssimo nível nos remetendo até a alguns álbuns do Pink Floyd no início de carreira.

Para complementar esta atmosfera dark, a voz de Nico é extremamente cadavérica, profunda,  parece saída de uma tumba ou algo parecido e ela deve ter sido escolhida a dedo por Edgar Froese para fechar com chave de ouro mais um genial trabalho.

A música do Tangerine Dream, não e de fácil audição e na maioria das vezes de difícil compreensão, portanto fazer comentários a respeito acaba tornando-se uma tarefa muito árdua e ingrata, pois posso estar cometendo alguma injustiça e a rigor não tenho o conhecimento de causa necessário para julgar um trabalho como este e na verdade a intenção da postagem é divulgar e não criticar.

Os comentários são a expressão do que senti ao escutar este álbum algumas poucas vezes, sendo que em uma delas, totalmente às escuras, o efeito foi espetacular, obrigando-me a indicar este álbum como mais um maravilhoso trabalho de Edgar Froese, que como sempre dá um show de composição, bem como na execução em todas as musicas deste álbum, pois como estava muito bem acompanhado por Nico, Christopher Franke e Peter Baumman o resultado não poderia ser outro.

Esta apresentação acabou gerando uma série de problemas para a produção do show, pois como a capacidade do local foi em muito ultrapassada impedindo quem estava dentro de sair, acorreu que muitas pessoas acabaram urinando dentro da Catedral, causando veementes protestos por parte da Igreja que definitivamente baniu qualquer espécie de manifestação que não a religiosa dentro de suas dependências.

Músicos:
Nico - pump organ, vocals
Edgar Froese - keyboards
Christopher Franke - keyboards
Peter Baumann - keyboards

Track-list:
01. Janitor Of Lunacy
02. The falconer
03. Valley Of The Kings
04. The End
05. Abschied
06. Mutterlein
07. Frozen Warnings
08. You Forget To Answer
09. We've Got The Gold
10. No One Is There
11. Ari's Song
12. Atmospherics

Parte 1 e Parte 2

"Reims Cathedral"

3 comentários:

  1. Surpresas:

    Gosto demais do Tangerine Dream e confesso q fiquei surpreso ao saber, graças a seu post, q o grupo gravou um álbum junto com a Nico.
    Baixei o disco. Na primeira audição, senti um pouco desapontado, já q eu esperava solos de sintetizadores, com uma participação mais ativa da famosa banda eletrônica alemã. No entanto, só a Nico q se destaca. O disco cansa a gente. E no decorrer da primeira audição notei q só havia um teclado, pensei q somente Edgar Froese estava participando. Na última faixa, instrumental, aí sim escutei o velho e bom TD. E foi na segunda audição q percebi , bem, posso estar enganado, mas a Nico não canta junto com o Tangerine Dream. Ela canta e toca seu pump orgão.
    Caro Gustavo, espero q não pense q estou desfazendo do seu post, cuja resenha, como de costume, foi ótima. Valeu à pena baixar tal trabalho. Porém, comprar o cd original... sei não... rs

    Muito obrigado!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Meu caro,

    Mais uma vez meu amigo eu lhe digo, o blog é um espaço aberto a todos e qualquer comentário ou críticas são sempre bem vindas......

    A rigor eu não gostei nem um pouco deste trabalho, mas como era muito diferente e eu não o conhecia, achei interessante postá-lo.....

    Realmente na ficha técnica do álbum consta que a Nico toca um orgão, mas não achei que ela fosse o centro da apresentação, tendo em vista o Tangerine Dream... mas de qq forma é mais um louco trabalho com a participação do TD. Sempre vale a pena escutá-lo....

    Volte sempre.....

    Abraços....

    ResponderExcluir
  3. Na verdade a Nico toca seu Harmonium... também esperava mais dos efeitos do TD, mas enfim, Nico era uma deusa darkness e fez grandes discos experimentais na época, certamente eles deviam gostar muito dela pra ficar num segundo plano enquanto banda...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails