30 de ago de 2010

NIACIN - Niacin - 1997

Já começo indo diretamente para o resumo da história e dizendo o seguinte, o Niacin é um super Power trio, formado pelo que há de melhor do mundo do Jazz-fusion, e esse melhor tem três nomes, Billy Sheehan no baixo, John Novello no órgão Hammond e teclados e Dennis Chamber na bateria, que simplesmente dão uma aula de música e virtuosismo com seus maravilhosos instrumentos.

Como eu gosto muito de teclados, fiquei fã de carteirinha do John Novello que usa um timbre e afinação muito parecida ao que Keith Emerson usava em seu Hammond, sendo uma delícia de escutar esse som tão único, tão característico e, diga-se de passagem, tão bem tocado, com muita propriedade e personalidade não se parecendo com nada que já eu tenha escutado.

Para os amantes das cordas, no caso o baixo, Billy Sheehan dispensa maiores apresentações, pois nas primeiras dedilhadas nas cordas, ele mostra a que veio, pois também dá um show à parte sem estar fazendo algum tipo de exibicionismo desnecessário, é virtuosismo mesmo.

Dennis Chambers em sua bateria, completa este maravilhoso elenco, aplicando a energia necessária para compassar e ritmar as musicas de forma brilhante e impecável dando o swing necessário às musicas que cativam a qualquer um que escute este álbum de nome homônimo a banda, "Niacin".

Este álbum contém quinze músicas totalmente escutáveis, pois seu experimentalismo, improvisações e modernidades não afrontam a nossa audição com sons paralelos entre os instrumentos o que ocasionalmente pode acontecer neste tipo de música se não houver uma unidade entre os músicos e no caso do Niacin, a coesão entre eles é absoluta, pois não há a necessidade de um ou outro estarem em destaque, pois o conjunto da banda se encarrega desta tarefa.

São músicas com uma duração muito adequada, em torno de quatros minutos, não permitindo com isto que o álbum fique cansativo ou entediante e a única musica acima dos seis minutos, "Klaghorn" é excelente, muito boa mesmo, uma jóia preciosa.

A rigor não há uma música em especial a ser destacada, pois o álbum como um todo é muito bom, extremamente homogêneo entre suas músicas, deixando-o em uma condição de álbum altamente recomendável para qualquer apreciador de música de extrema qualidade, independente de qualquer tribo que faça parte.

Track-list:
1. No Man's Land (4:58)
2. Clean-Up Crew (1:07)
3. Do a Little Dirty Work (5:49)
4. I Miss You (Like I Miss the Sun) (4:54)
5. One Less Worry (4:12)
6. Three Feet Back (5:31)
7. Bullet Train Blues (4:53)
8. Hell to Pay (4:35)
9. Alone on My Own Little Island (4:53)
10. For Crying Out Loud (3:30)
11. Klaghorn (6:29)
12. Spring Rounds (2:36)
13. Spring Rounds Squared (3:00)
14. Pay Dirt (4:14)
15. Fudgesicle (1:40)

Link.
"No Man's Land "
"Klaghorn"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails