28 de jul de 2010

JEAN LUC PONTY - "The Acatama Experience" - 2007

Em geral para acalmar os ânimos e poder dar uma respirada, nada como um pouquinho de jazz ou um jazz-rock, que são em geral músicas mais descontraídas, sem aquela tensão e pressão que nosso amado rock progressivo nos proporciona em determinados casos (pelo menos para mim), talvez porque estejamos sempre esperando certo virtuosismo musical ou mesmo pelas temáticas muito extensas, então às vezes eu dou uma parada técnica no rock progressivo, só para dar uma ajustada nos neurônios, botar a cabeça no lugar e retornar a minha realidade musical que é o rock progressivo.

Para tanto, desta vez eu elegi o álbum "The Acatama Experience", que é mais uma pérola que o gênio Frances, Jean Luc Ponty que nos presenteia, como sempre cercado de feras do jazz-rock e desta vez turbinado com convidados muito especiais como Allan Holdsworth e Philip Catherine reforçando o time com guitarras que já algum tempo não eram mais escutadas nos trabalhos anteriores, proporcionando sempre fantásticas sensações com suas composições que com o passar do tempo vão ficando cada vez melhores e atuais.

E neste álbum como era de se esperar, recheado de excelentes musicas, Jean Luc Ponty, retrata de forma brilhante sua experiência ao conhecer o Deserto do Atacama, após um de seus concertos no Chile, dando-se a oportunidade de experimentar improvisações eletrônicas que haviam ficado estacionadas nos anos oitenta e com uma nova roupagem seriam um desenvolvimento de ideias musicais que há algum tempo o perseguia.

Realizar uma peça musical apenas com um violino acústico era outra ideia que também passava por sua cabeça e o próprio JLP em confessa que esta experiência seria um desafio e exigiria coragem dele como se realmente fosse atravessar um deserto e esta experiência está espelhada na música "Desert Crossing".

Com esta oposição entre o acústico e o eletrônico o álbum "The Acatama Experience" nos dá um ótimo momento de reflexão pela sua leveza e simplicidade, mas ao mesmo tempo nos remetendo a uma grandiosidade melódica e rítmica proporcionada por conceitos musicais tão distintos que graças à genialidade de JLP em saber unir as diferenças, e transformou este recente álbum em um clássico do jazz ou do jazz-rock como queiram.

Apenas a título de mais uma curiosidade musical, o título do álbum bem como o de uma das faixas saiu errado, por conta de um engano de algum funcionário da gravadora, pois o nome correto é "Atacama" e não "Acatama" como acabou saindo, deixando Jean Luc Ponty furioso, mas na época quando o engano foi descoberto, já era tarde demais pois um lote inteiro já havia sido produzido e retirá-lo do mercado ia ser um prejuízo muito grande para ser assumido pela competente gravadora.

Músicos:
Jean-Luc Ponty / violin, 5-string electric violin, 5-string acoustic violin, keyboards;
William Lecomte / piano, keyboards;
Guy Nsangué Akwa / bass;
Thierry Arpino / drums;
Taffa Cissé / percussion;

Músicos Convidados:
Allan Holdsworth / guitar (4)
Philip Catherine / guitar (2, 5, 12)

Track-list:
1. Intro
2. Parisian Thoroughfare
3. Premonition
4. Point Of No Return
5. Back In the 60's
6. Without Regrets
7. Celtic Steps
8. Desert Crossing
9. Last Memories Of Her
10. The Acatama Experience
11. On My Way To Bombay
12. Still In Love
13. Euphoria
14. To and Fro

Os links abaixo estão disponíveis originariamente no blog GOOGLEFEST, especializadíssimo em Jazz, Fusion e Jazz-rock, tornando-se uma parada obrigatória, pois há um acervo inestimavel de álbuns por lá.   

Parte 1   
Parte 2
Pass: googlefest

"Desert Crossing"
"Point Of No Return"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails