12 de abr de 2010

SCORPIONS - "O fim de uma super banda"

No fim de janeiro deste ano, tivemos a triste notícia do fim de um dos maiores símbolos do rock, o SCORPIONS.

A má notícia vale alguns minutos de reflexão, pois em média seus integrantes estão com uns 60 anos, o que de modo algum é um problema, muito pelo contrário, significa que estão em um nível de experiência e maturidade musical limitado apenas pela vontade de continuar tocando. Eles não têm que provar mais nada a ninguém, é só tocar e pronto.

Mas a vida de quem passa meses gravando em estúdios e depois põe o pé na estrada em turnês intermináveis, centenas de horas de vôo, com um custo altíssimo para a vida familiar, têm que saber a hora de parar.

Eles souberam e está chegando o momento para uma vida mais próxima a seus familiares. Quem sabe não vão fazer algumas aparições esporádicas e causar aquela confusão habitual que quando grandes nomes ressurgem do anonimato e mostram que ainda tem sangue nas veias suficiente para continuar tocando por muito tempo. Só futuro vai poder dizer.

Será uma saída em grande estilo, pois lançaram em 19 de março de deste ano o décimo oitavo álbum de estúdio chamado "Sting in the tail", que tem a participação especial de Tarja Turunen e vão fazer a última turnê mundial com duração de dois a três anos. Vamos torcer para que o Brasil esteja incluído nesta turnê para podermos dar um último adeus ao SCORPIONS. Adeus nada, a obra deles já se eternizou em nossas mentes e corações.

Não deve ter sido uma decisão muito fácil, pois eles têm plena consciência que têm uma verdadeira legião de fãs em todo o mundo. Vão deixar muitos órfãos, mas por outro lado, estarão abrindo as portas para novos talentos que vão tentar preencher um grande vazio na história da música que vai se formar com a saída deles da cena musical.

Tarefa muito difícil, mas não impossível, pois a Alemanha é sem dúvida alguma um berço da música mundial, pois vem contribuindo a alguns séculos com grandes nomes como "Ludwig van Beethoven"; "Kraftwerk"; "Eloy"; "Triunvirat", "Pell Mell"; "Ammon Düll"; "Can"; "Primal Fear"; "Blind Guardian"; "Passport" e tantos outros nomes, abrangendo todos os estilos musicais, variando da música clássica ao heavy metal, passando pelo hard rock, pop, krautrock, progressivo e jazz e não vai ser agora que eles vão falhar.

Para este último trabalho a formação da banda contou com Klaus Meine - vocal; Matthias Jabs - Guitarras; Rudolph Schenker - Guitarras; Pawel Maciwoda-Jastrzêbski - Baixo e James Kottak -bateria.
Set-list:
1. Raised On Rock
2. Sting In The Tail
3. Slave Me
4. The Good Die Young (feat. Tarja Turunen)
5. No Limit
6. Rock Zone
7. Lorelei
8. Turn You On
9. Let's Rock
10. SLY
11. Spirit Of Rock
12. The Best Is Yet To Come

Para fazer o download de "Sting in the tail" clique aqui

"The Good die young"
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails